Quarto sat%C3%A9lite Galileo chega %C3%A0 Guiana Francesa Novo satélite Galileo chega à Guiana Francesa para lançamento

Desembarque do quarto satélite Galileo, que chegou à Guiana Francesa em 17 de agosto

Os próximos dois satélites do sistema de navegação Europeu Galileo já estão no local de lançamento, na Guiana Francesa. Os aparelhos estão agora sendo preparados para o envio em órbita, que deverá ocorrer nos próximos meses.

O quarto satélite Galileo chegou ao aeroporto de Cayenne, na Guiana Francesa, na sexta-feira (17/8), a bordo de uma aeronave Ilyushin, que partiu de Roma, capital da Itália. Protegido dentro de uma camâra especial com refrigeração, o satélite foi então levado para a instalação de preparação no Centro Espacial Europeu na Guiana, para se juntar ao terceiro satélite Galileo, que chegou 10 dias antes.

Estes terceiro e quarto satélites Galileo fazem parte da fase de validação em órbita (IOV em inglês) e deverão ser lançados a bordo de um veículo Soyuz ST-B, em outubro. Estes novos satélites vão juntar-se os dois primeiros satélites Galileo, lançados no ano passado, em uma órbita média a 23 222 km.

Segundo a Agência Espacial Europeia (ESA), este é passo significativo para o programa, pois vai concluir a implantação da infraestrutura necessária para a fase IOV e permitirá, pela primeira vez, um cálculo de posição em solo baseado unicamente em satélites Galileo. A fase IOV está sendo seguida pela implantação de satélites adicionais e segmento terreno, necessários para alcançar a plena capacidade operacional (FOC em inglês), permitindo a prestação de serviços.

Os  22 satélites da fase FOC estão sendo construídos atualmente na Alemanha, pela empresa OHB e pela Surrey Satellite Technology.