Aplicações de inteligência territorial para a gestão estratégica no agronegócio

Geoquality Artigo fala sobre inteligência territorial na agropecuáriaAnalisar o contexto agropecuário no território nacional de forma estratégica, considerando as possíveis limitações de uso da terra, compreendendo as tendências de evolução da agropecuária brasileira e com a possibilidade de confrontar com dados sociais, econômicos e ambientais, podem levar ao redirecionamento dos vetores de crescimento do agronegócio de forma mais sustentável.

Com isso em mente, a Embrapa Gestão Territorial vem desenvolvendo o Serviço de Análise Espacial para a Tomada de Decisão Estratégica (SAE), que foi pensado e planejado para ser um serviço de inteligência territorial para o agronegócio. O SAE permite analisar a dinâmica das relações entre áreas de produção, áreas com limitações legais de uso, modais de transporte, possíveis áreas de evolução, direcionamento de ações de transferência de tecnologia, inserção de barreiras fitossanitárias, adoção de estratégias para o combate a doenças e pragas que afetam o agronegócio.

Nessa edição apresentamos, como exemplo de aplicação do SAE, a determinação de vetores temporais, que demonstram a dinâmica territorial da produção agropecuária e que pode ser aplicada em diversas cadeias produtivas. Os vetores foram determinados a partir dos centros geométricos do conjunto de municípios mais representativos na produção nacional em cada ano.

Este artigo é parte da MundoGEO 74, edição da revista que está disponível publicamente no Portal MundoGEO. Acesse e veja na íntegra os artigos sobre Aplicações de inteligência territorial para a gestão estratégica no agronegócio: Parte 1 e Parte 2.