Embate geopolítico também no espaço? Russos e chineses avançam na integração entre os sistemas Glonass e Beidou. Veja o que isso pode impactar no setor de Geomática

Se você leu o título e não entendeu nada, não se desespere. Estamos falando dos sistemas de navegação por satélites concorrentes do norte-americano GPS. A Rússia já tem seu sistema Glonass, enquanto a China está desenvolvendo o Beidou. Enquanto isso, ambos estão trabalhando na integração e sincronização dos sistemas.

Recentemente, a Rússia e a China conseguiram um progresso significativo na sincronização dos sistemas de navegação Glonass e Beidou.

parceria russia china 300x199 Rússia e China avançam na integração entre Glonass e BeidouSegundo o comunicado oficial, há um grande interesse por parte dos parceiros em diferentes campos: desenvolvimento conjunto de veículos de lançamento, programas espaciais tripulados, realização de experiências em órbita baixa, entre outras.

Em maio de 2015, a China e a Rússia assinaram o acordo de cooperação para interoperabilidade e compatibilidade entre os sistemas Beidou e Glonass, marcando uma nova etapa de cooperação entre os dois países na área de navegação e posicionamento preciso com satélites.

O projeto Glonass, lançado em 1993, é operado pelas Forças Aeroespaciais russas e é composto por 27 satélites, dos quais 24 estão operacionais, oferecendo posicionamento em todo o globo. Já o Beidou está em fase de desenvolvimento e fornece serviços de navegação somente na China e nas regiões vizinhas.