censo agropecuario ibge divulgacao2 Presidente do IBGE vai ao Congresso Nacional debater o Censo Agropecuário 2017O presidente do IBGE, Paulo Rabello de Castro, foi convidado para participar de duas audiências públicas, uma na Câmara e outra no Senado, para apresentar os detalhes da realização do Censo Agropecuário 2017.

A primeira na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados, em Brasília, dia 18 de abril no Plenário 6 do Anexo II.

A segunda audiência pública na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA), do Senado Federal, em 19 de abril (quarta-feira), no anexo II, Ala Senador Alexandre Costa, Plenário nº 13.

O Censo Agropecuário 2017 iniciará sua coleta em outubro. Cerca de 19 mil recenseadores irão visitar mais de 5 milhões de estabelecimentos rurais em todo o país.

A situação econômica do País levou a um contingenciamento orçamentário dessa operação censitária e a uma redução no número de recenseadores, de postos de coleta e de equipamentos. Consequentemente, o seu questionário teve que se adequar à nova realidade.

No entanto, o rigor metodológico e os temas essenciais para o levantamento foram mantidos, inclusive a agricultura familiar e o os agrotóxicos.

 

MundoGEO#Connect e DroneShow 2017

Participe das atividades que irão acontecer no MundoGEO#Connect e DroneShow 2017, nos dias 9, 10 e 11 de maio, no Centro de Convenções Frei Caneca em São Paulo – SP.

  • - Debate: SINTER- Sistema Nacional de Gestão de Informações Territoriais | 10 de maio – 9h às 10h30

Nos dias derradeiros de seu governo, a presidente Dilma Rousseff assinou o Decreto 8.764 que instituiu o SINTER, dispositivo que centraliza em um único banco de dados geoespaciais todas as informações sobre o registro de terras e imóveis no país, que atualmente são descentralizadas. Veja a opinião de especialistas sobre os impactos no SINTER no setor de Geotecnologia e as oportunidades que serão criadas para profissionais e empresas.

Moderador: Eduardo Freitas – MundoGEO 
Engenheiro Cartógrafo (Universidade Federal do Paraná), Técnico em Edificações (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), com mais de 20 anos de experiência nos setores de Obras Civis e Geotecnologia.

Luís Orlando Rottelli Rezende – Receita Federal

Wolney de Oliveira Cruz – Receita Federal

Margarete Maria José Oliveira

Instrutora de cursos teóricos e práticos na área de montagem de processos para Georreferenciamento e Certificação de Imóveis Rurais, levantamento em campo utilizando GPS e RTK , Reserva Legal, CAR, entre outros.

Para ter acesso aos debates, basta fazer sua inscrição em qualquer curso ou seminário do MundoGEO#Connect ou DroneShow

Mais informações: MundoGEO#Connect

 

  • - Curso: Georreferenciamento de Imóveis Rurais | 10 de maio – 11h às 19h

20 de novembro de 2016: este foi o prazo a partir do qual proprietários de pequenos imóveis rurais (com menos de 250ha) passaram a ser obrigados a fazer o Georreferenciamento, o que está gerando uma imensa demanda por trabalho. Porém, mesmo após 15 anos do lançamento da primeira edição da Norma Técnica do INCRA, as dúvidas ainda são muitas. Aprenda neste curso como evitar os principais erros e sanções.

Tópicos que serão abordados no curso:
• Explicação sobre a 3ª Norma Técnica e seus Manuais
• Leis e Decretos: Legislação relacionada ao Georreferenciamento e à Certificação
• Etapas a serem seguidas para uma certificação sem problemas atuais e futuros
• Análise dos documentos
– Imóveis que podem ser certificados e imóveis sujeitos a usucapião
– Proprietários: documentos necessários e/ou importantes
– Código do Imóvel (SNCI/INCRA), indispensável: onde e como obter?
• Levantamento em campo:
– Implantação de marcos: Por que implantar?
– Estradas, rodovias, rios, córregos, grotas, cercas: por onde efetuar o levantamento?
– Onde e quando utilizar os Marcos Virtuais?
• Qual a precisão sugerida pelo INCRA? E a acurácia?
• SIGEF
– Responsabilidades dos profissionais do INCRA e do Oficial do Registro Civil
– Documentos para o Cartório e os problemas enfrentados
– Como proceder em caso de Desmembramento e Remembramento
– Lidando com sobreposição ao requerer certificação
– Sobreposição com Assentamentos, Área indígena, Quilombola e UC
– Principais erros e suas soluções
• Manual de Gestão
– Atribuição dos Comitês Regionais de Certificação
– Atribuição do Oficial do Registro de Imóveis
– Sanções: quais são e como são imputadas ao credenciado

Mais informações: MundoGEO#Connect

 

  • - Curso: Drones na Agricultura | 9 de maio – 11h às 19h

Até mesmo o setor agrícola vem sofrendo com a atual crise econômica. Logo, é fundamental a otimização de recursos através da diminuição dos custos e maximização da produção. A Agricultura de Precisão é a ferramenta mais eficaz para obter estes resultados, e os Drones podem – e devem – ser aliados nessa tarefa. Aprenda neste curso como você também pode chegar lá.

Tópicos do curso:
•Tipos de drones e sensores
• Drone e acessórios para Agricultura
• Planejamento e execução de missão
• Processamento de modelo digital de superfície e de terreno
• Processamento de ortofotos
• Geração de curvas de nível para traçado de plantio
• Identificação de linhas e falhas de plantio
• Identificação e mapeamento de invasoras, pragas e doenças
• Mapeamento de deficiência hídrica/nutrientes, etc.
• Contagem de indivíduos
• Análise de qualidade de pasto
• Drones e o futuro da agricultura de precisão

Mais Informações: DroneShow

 

 

  • - Seminário: Utilização de Drones na Agricultura | 10 de maio – 11h às 19h

Ok, o setor agrícola está “bombando”, mas como é possível ser ainda mais produtivo? Na Agricultura de Precisão, as imagens aéreas obtidas com Drones permitem alcançar locais restritos, possibilitando a visualização da área total, através de modelos 3D, e localizando quaisquer manchas ou falhas que não são facilmente perceptíveis a altura do solo ou com imagens de satélites. Conheça com especialistas do setor as razões pelas quais os Drones têm que ser usados para o Agronegócio – seja para mapeamento e/ou pulverização – e entenda porque eles vieram pra ficar.
Moderador: Francisco Nogara Neto – PrimaPIX
Engenheiro agrônomo e mestre em Ciência do solo pela UFPR. Atuou como extensionista rural na Emater-PR nos programas de micro bacias integradas e pro várzeas, em empresas multinacionais no setor de sementes e genética (Cargill, Pioneer, Dow e Brasmax) e como consultor para projetos agricultura de precisão

  • -Drones no Agronegocio: Lucio Andre de Castro Jorge – Embrapa
  • -Transformando Imagens de Drones e Satélites em Informações Estratégicas no Agronegócio : Ricardo Matiello – Agrosight
  • -Sensoriamento Remoto com Vant e sensores multiespectrais – O estado da arte e a validação de resultados para Agricultura de Precisão: Bruno Holtz Gemignani – 3DGEO
  • -Dronecitrus: Sistema de Monitoramento por Drone na Citricultura: George Longhitano – G-Drones; Juliana Mantovani – G-Drones; Bruno Borges – G-Drones
  • -Identificação automática de sobrevivência pós-plantio de Eucalytus sp, com o uso de Veículo Aéreo Não Tripulado na empresa Klabin S/A: Julia Fonseca Ferreira – Klabin; Cristiano Cardoso Stetz – Klabin; Emerson Roberto Schoeninger – Klabin; Clewerson Frederico Scheraiber – Klabin
  • -Uso de informações obtidas por drones com câmeras multiespectrais para Agricultura de Precisão: Paulo Henrique Amorim da Silva – Geo Agri Tecnologia Agrícola
  • -Termovisor embarcado em aeronave remotamente pilotada para avaliação fenotípica de cana-de-açúcar em condições de campo: o que as imagens nos revelam sobre a tolerância à seca: Raphael Augusto das Chagas Noqueli Casari – Embrapa Agroenergia; Hugo Bruno Correa Molinari – Embrapa Agroenergia; Adilson Kenji Kobayashi – Embrapa Agroenergia; Bárbara Andrade Dias Brito da Cunha – Embrapa Agroenergia; Thiago Teixeira Santos – Embrapa Agroenergia; Carlos Antônio Ferreira de Sousa – Embrapa Agroenergia
  • -Drones na Lavoura de Arroz: Irrigação de Precisão: Luiz Glasenapp Junior – Seagro Soluções Rurais

Mais Informações: DroneShow