Com foco em instituições financeiras, Agronow Business Viewer consegue levantar dados de propriedades rurais indicando áreas mais produtivas e com maior potencial de negócios, além de prever safras

AgronowBV 300x223 Agronow lança ferramenta de inteligência de mercado que facilita oferta de créditoA fintech Agronow lança hoje uma ferramenta pensada para a Agricultura 4.0: o Agronow Business Viewer, um painel de inteligência estratégica de mercado. Por meio dele, é possível acessar remotamente uma área rural e colher dados que indicam a produtividade e o potencial de negócio do local. Os resultados são apresentados na forma de gráficos, possibilitando o cruzamento das informações com outras análises.

A ferramenta, de maneira automatizada, também identifica áreas que podem apresentar problemas com pragas ou adversidades climáticas. As análises alcançam desde uma macrorregião, como um país ou um Estado inteiros, a recortes específicos, como um município ou uma propriedade rural.

“O Agronow Business Viewer possibilita informações táticas, é uma evolução estratégica na inteligência de mercado, identificando, por exemplo, as áreas com maior potencial produtivo e possibilidades de investimentos, assim como o monitoramento e a validação desses investimentos”, explica o CEO da Agronow, Antônio Morelli. “A ferramenta é capaz de gerar análises e comparativos regionais e macroregionais, de forma totalmente orientada ao segmento e interesse da empresa ou investidor. Tudo isso é ainda conectado às informações específicas de cada área analisada e com resultados em menos de um minuto..”

Como fintech, a Agronow possibilita a criação de um novo modelo de negócios no setor financeiro, trazendo mais agilidade e garantias para a oferta de produtos e serviços financeiros, como empréstimos, financiamentos e seguros.

“Nossa solução fornece informações que otimizam muito os trabalhos de campo e visitas de prospecção necessárias nesse mercado e podem validar facilmente os dados a serem aferidos, seja com fotos geolocalizadas por meio do app, seja pelos dados de produtividade gerados rapidamente nas análises”, explica o CEO.

Menos burocracia

Ao adotar medidas mais rápidas e eficazes para monitoramento das ações no campo e previsão de colheita, a tecnologia aliada às instituições financeiras chega ao produtor rural como uma espécie de acelerador de soluções.

Operações como avaliação das terras e capacidade de produção, crédito para viabilizar o cultivo, melhoria do maquinário ou implementação de novos processos na fazenda passam, como auxílio da tecnologia, a acompanhar a velocidade da chamada Agricultura 4.0. Morelli garante: todas as propriedades, independente do tamanho, serão beneficiadas com a novidade.

“Todo produtor rural em algum momento se vê compelido a usar alguma solução financeira. Seja como for, os processos são sempre muito longos e muitas vezes dependem de análises técnicas nas quais as regras não são tão claras para o tomador. Ao tornar o sistema menos demorado, com menores custos e mais transparente, cremos que toda a cadeia se beneficia, independentemente do tamanho das propriedades  ou da produção gerada”, afirma Morelli.

Nicho mais consolidado no cenário das startups, as fintechs monitoram muito de perto as tendências de inovação. O investimento se dá muito pelo potencial de negócios gerados. E não seria exagero afirmar que, nessa conjuntura, o mercado do agro é a bola da vez.

“O mercado agro está em foco como a nova onda de negócios promissores, mas ainda carece de soluções que realmente possam ter impacto. A associação de uma solução agro que atenda às demandas de fintechs pode abrir o caminho para que isso aconteça e, por esse princípio, várias fintechs têm se voltado para o agronegócio com o intuito de descobrir como essa simbiose poderia criar um produto de sucesso”, conclui Morelli.