CRA sedia curso de software livre promovido pelo IBGE 300x168 Centro Regional da Amazônia sedia curso de PostGIS e QGIS promovido pelo IBGEDe 7 a 11 de agosto, o Centro Regional da Amazônia (CRA) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) sediou o Curso de Aplicação aos Softwares PostGIS e QGIS, atendendo demanda do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os participantes estiveram nas instalações do CRA que dispõe de infraestrutura avançada para capacitações no âmbito de geotecnologias.

O curso foi um complemento de outro ocorrido em julho passado, quando os profissionais do IBGE receberam capacitação do CRA/INPE para realizar Mapeamento do Desflorestamento e do uso e cobertura da terra. A primeira capacitação nivelou conhecimento dos participantes acerca das metodologias dos projetos de monitoramento do INPE e os treinou para o uso do software TerraAmazon, programa desenvolvido pela Divisão de Processamento de Imagens (DPI), ligada à Coordenação de Observação da Terra (OBT/INPE) em parceria com a Fundação de Ciências, Aplicações e Tecnologia Espaciais (FUNCATE).

“O curso anterior oferecido pelo INPE ao IBGE foi excelente, porque os instrutores mostraram várias aplicações do TerraAmazon, que são possíveis de serem adaptadas à realidade do trabalho que fazemos, principalmente com relação à banco de dados e processamento de imagens”, conta o supervisor de Geodésia e Cartografia da unidade regional do IBGE em Belém, Ademir de Jesus.

Neste segundo momento o CRA/INPE ofereceu seu espaço ao instituto parceiro e o IBGE trouxe do Rio de Janeiro dois engenheiros cartógrafos da sua Coordenação de Cartografia. Nos dias 7 a 9, o instrutor Alex Santos trabalhou com os participantes a Introdução ao ambiente de Sistema de Informação Geográfica Quantum GIS e em seguida, o também instrutor Marcel Rotunno apresentou a Integração do PostGIS com o QGIS.

“Atualmente no IBGE nós temos utilizado o banco de dados PostGIS como banco de dados corporativo. Esse curso ministrado por nós agora permite que as unidades regionais, como a de Belém aqui no Pará desenvolvam suas atividades de uma forma integrada ao banco corporativo, facilitando também a distribuição de atividades”, explicou o engenheiro Alex Santos.

Assim como o TerraAmazon, desenvolvido pelo INPE, o QGIS é um software livre, ou seja, aberto para toda comunidade científica. As pessoas podem utilizar, compartilhar e também desenvolver complementos para melhorar o programa.

“Devido restrições orçamentárias, softwares comerciais de custo elevado estão sendo substituídos em algumas atividades por softwares livres, que constantemente estão avançando em suas aplicações”, completou o participante Ademir de Jesus.

O curso teve 22 participantes da unidade regional do IBGE em Belém das supervisões de Cartografia, Recursos Naturais e Base Territorial – esta última é a responsável pelo Censo e além da participação de dois profissionais do CRA.