O Sentinel-5 Precursor inicia sua viagem final até a base de lançamento. Entenda

Sentinel 5 Precursor inOrbit Copyright Max Alexander Airbus2017 300x168 Satélite Sentinel 5 inicia sua viagem final até a base de lançamentoO satélite Sentinel-5 Precursor de monitoramento da poluição da Europa deixou a unidade da Airbus de Stevenage e está a caminho do local de lançamento, o Cosmódromo de Plesetsk na Rússia. O lançamento está atualmente planejado para o dia 9 de outubro em um foguete Rockot.

A viagem terá uma duração de 5 dias e começará com um voo para Moscou a bordo de um Antonov 124, seguido de outro voo para Archangelsk, no noroeste da Rússia. A última etapa da viagem será a bordo de um trem, que levará o satélite 200 km ao sul de Archangelsk para o espaçoporto russo de Plesetsk.

O Sentinel-5 Precursor faz parte do programa de monitoramento global “Copernicus”, uma iniciativa conjunta da Comissão Europeia – ESA que tem como objetivo adquirir dados contínuos e precisos de observação da Terra e prestar serviços para melhorar a gestão do meio ambiente, compreender e mitigar os efeitos das mudanças climáticas e garantir a segurança civil.

Sentinel 5 Precursor Copyright Max Alexander Airbus2017 300x199 Satélite Sentinel 5 inicia sua viagem final até a base de lançamentoO Sentinel-5 Precursor fornecerá dados essenciais da química atmosférica para o programa Copernicus até o instrumento Sentinel-5 se tornar operacional em 2021 no satélite MetOp Second Generation.

A Airbus é a contratada líder para o Sentinel-5 Precursor, com três de suas unidades envolvidas no desenvolvimento e fabricação dos satélites e seus componentes: Stevenage (Líder do projeto – Reino Unido), Toulouse (França) e Friedrichshafen (Alemanha). O instrumento TROPOMI foi construído pela Airbus da Holanda.