A expectativa é que a implementação do Sinter gere oportunidades para profissionais e empresas do setor de Geotecnologia nas áreas rural e urbana. Entenda…

No dia 17 de maio será realizado em São Paulo (SP) – como parte da programação do MundoGEO#Connect - um seminário no qual serão divulgadas as normas que estão sendo criadas para o manual operacional do Sistema Nacional de Gestão de Informações Territoriais (Sinter), relativamente a levantamentos cadastrais de imóveis urbanos. Será um oportunidade única de debate e esclarecimento do tema junto à comunidade.

O Sinter traz um novo paradigma de gestão pública e nasce com uma concepção multifinalitária, integrando dados cadastrais, notariais, registrais, fiscais, econômicos e geoespaciais de imóveis urbanos e rurais e áreas públicas de todo o país, objetivando formar um mapa parcelário contínuo do território nacional, com todos os imóveis perfeitamente geolocalizados e as informações de seu valor fiscal e de mercado, seus proprietários, possuidores e credores, bem como os ônus e restrições que recaem sobre eles.

Hoje, o esforço conjunto entre os diversos entes do Poder Público está limitado por uma visão estanque dos processos de trabalho dentro dos órgãos públicos.

Porém o Sinter supera essa limitação, ao promover uma visão estruturante e a coordenação de esforços em um sistema de processos interoperados que ultrapassam as fronteiras de informação de cada órgão ou instituição pública, viabilizando a gestão e a visão conjunta em camadas espaciais, gerenciadas com autonomia e independência pelos diversos entes públicos em uma base centralizada.

Como um integrador de dados, o Sinter tem potencial para ser utilizado pelo governo federal não apenas na área tributária, mas também em áreas como planejamento, infraestrutura, patrimônio da União, desenvolvimento agrário, meio ambiente, habitação, mobilidade urbana, saneamento, regularização fundiária, saúde, segurança pública e defesa.

Para os usuários finais, o Sinter virá com um pacote de ferramentas avançadas para construção de camadas e consultas, literais ou geoespaciais, análises estatísticas, mineração de dados, grafos de relacionamento, além de ferramentas para visualização, medição de áreas, distâncias e manipulação de camadas espaciais.

Este seminário tem o objetivo de reunir os órgãos envolvidos direta ou indiretamente neste projeto: Municípios, Estados e o Distrito Federal, Presidência da República, Ministério da Fazenda (RFB, PGFN, COAF), Ministério da Justiça (DRCI, DPF, ENCCLA), Ministério do Planejamento (SPU, IBGE e CONCAR), Ministério das Cidades, Ministério do Meio Ambiente; Ministério da Defesa; Ministério da Integração Nacional; IPEA; Justiça Federal, TST, TSE, Justiça Estadual, Corregedorias; Controladoria Geral da União; Ministério Público; Banco Central, Caixa Econômica Federal; Banco do Brasil; Serviços Notariais e de Registros Públicos; Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA); Universidades Federais e Estaduais; ABNT, Associações de Profissionais; entre outras.

sinter miniatura 400x251 Seminário debate as Normas para Levantamentos Cadastrais do SinterConfira os convidados para as palestras e debates:

Abertura: Conheça o Sinter
• Luís Orlando Rezende (Receita Federal)

Normas e procedimentos do Sinter
• Régis Bueno (Grupo de Trabalho da ABNT)

Debate e tira-dúvidas sobre as Normas e procedimentos do Sinter
• Artur Caldas Brandão (UFBA)
• Alessandro Machaodo (Confea)
• Karla Albuquerque (Prodabel)
• Luís Orlando Rezende (RFB)
• Régis Bueno (ABNT)
• Rovani Marcos de França (IFSC)

Moderador do seminário: Eduardo Freitas (MundoGEO)

O seminário sobre o Sinter será destaque na programação do MundoGEO#Connect 2018, que acontece de 15 a 17 de maio no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo (SP).

Confira a programação completa e veja como foi a última edição, que reuniu mais de 3 mil participantes:

Confira a matéria sobre o Sinter publicada na Revista MundoGEO edição 91

Fonte: MundoGEO#Connect