Empresa introduz modelos digitais de elevação de alta resolução espacial derivados de imagens orbitais da constelação chinesa, de acervo ou novas adquiridas através de programação

A GeoDesign Internacional, sediada em Lorena (SP) informa que está comercializando dados de Modelo Digital de Elevação (MDS e MDT) de alta resolução espacial derivados a partir de imagens orbitais estereoscópicas obtidas pelos quatro satélites da constelação SuperView-1, operada pela sua representada Space View, sediada em Pequim, China.

geodesign spaceview mde figura1 300x182 Geodesign lança MDS e MDT a partir de imagens de satélite Superview 1Não há um uso universal para os termos Modelo Digital de Elevação (MDE, ou DEM: Digital Elevation Model, em inglês), que são dados utilizados para representar a superfície terrestre. Dois tipos de MDEs são comumente usados em sistema de informação geográfica (SIG): Modelo Digital de Superfície (MDS) e Modelo Digital de Elevação (MDT).

Como ilustrado a seguir, um MDS representa a superfície terrestre incluindo todos os objetos sobre ela, como vegetação, edificações, veículos, torres, linhas de transmissão, etc. Por sua vez, um MDT representa somente a superfície do terreno sem os objetos.

MDEs podem ser derivados a partir de uma variedade de fontes, como cartas topográficas, pares estereoscópicos obtidos com levantamento aerofotogramétrico e imagens de satélites e imagem de radar, dentre outras.

A GeoDesign está introduzindo MDEs de alta resolução espacial, a partir de 2,5 metros, derivados de imagens estereoscópicas obtidas pelos quatro satélites da constelação SuperView-1, que podem ser imagens de acervo ou novas adquiridas através de programação.

A constelação SuperView-1, formada por quatro satélites de alta resolução espacial, oferece uma plataforma ágil e múltiplos modos de aquisição de imagens orbitais de alta resolução espacial (Pan: 0,50 metro e MS: 2,0 metros). A plataforma SuperView-1 permite mergulho de até ±30º e rolamento de ±45º baixo diversos cenários de emergência. A coleta de imagem pode ser realizada para faixas longas, múltiplas faixas e alvos de múltiplos pontos, além de imagens estereoscópicas.

geodesign spaceview mde figura1 1 Geodesign lança MDS e MDT a partir de imagens de satélite Superview 1

Principais características da contelação de satélites de alta resolução espacial SuperView-1

MDS e MDT possibilitam a derivação de informação sobre declividade, exposição solar e mapeamento de rede de drenagem, dentre outras.

MDEs tem sido empregados em muitas áreas, como:
• Agricultura de precisão e silvicultura
• Análise de terreno em geomorfologia, geologia e geografia física
• Análise e conservação de ecossistemas
• Arqueologia
• Climatologia e meteorologia
• Engenharia civil
• Estudos de energia renovável: Hidroelétrica, Eólica e Solar
• Mapeamento e geração de imagens ortoretificadas
• Modelagem do fluxo d’água, alagamento e movimento de massa, como avalanches e deslizamentos
• Projetos de infraestrutura em geral
• Simulação e Treinamento: Militar, Aviação, Planejamento e Desenho Urbano
• Telefonia móvel

A figura a seguir ilustra o processo de geração de MDS e MDT de alta resolução espacial a partir de imagens orbitais estereoscópicas dos satélites SuperView1.

geodesign spaceview mde figura2 600x320 Geodesign lança MDS e MDT a partir de imagens de satélite Superview 1

Processo de produção de MDE empregado pela Space View

Os produtos de MDS e MDT fornecidos pela GeoDesign podem ser entregues em diferentes formatos, como GeoTiff, DWG, TIN, e outros sob consulta.

A seguir são apresentadas ilustrações de um modelo digital de terreno (MDT) com resolução espacial de 5,0 metros gerado a partir de imagens estereoscópicas obtidas por satélite da constelação SuperView-1. Este MDT cobre uma montanha acidentada situada próxima à vila de Samode no estado de Rajastão, norte da Índia. Esta feição topográfica faz parte da cadeia de montanhas Aravalli. A altitude no MDT varia de 423,4 a 734,8 metros.

Baixe os dados amostra deste MDT e imagens SuperView-1 ortoretificadas (Total de 360 MB). Após baixar e descompactar o arquivo, as instruções para visualização do MDT amostra estão no arquivo LEIAME.txt.

Para visualização e interação com este MDT amostra é necessário ter instalado no seu computador o visualizador gratuito Quick Terrain Reader.

geodesign spaceview mde figura3 600x328 Geodesign lança MDS e MDT a partir de imagens de satélite Superview 1

MDT com resolução espacial de 5 metros, altitude varia de 423,4 a 734,8 metros

geodesign spaceview mde figura4 600x325 Geodesign lança MDS e MDT a partir de imagens de satélite Superview 1

MDT colorido conforme altitude

geodesign spaceview mde figura5 Geodesign lança MDS e MDT a partir de imagens de satélite Superview 1

Declividade

geodesign spaceview mde figura6 Geodesign lança MDS e MDT a partir de imagens de satélite Superview 1

MDT sombreado, Data: 21 de junho, Horário: 07:30

geodesign spaceview mde figura7 Geodesign lança MDS e MDT a partir de imagens de satélite Superview 1

MDT com sobreposição de imagem de alta resolução espacial satélite SuperView-1, composição colorida cor natural

geodesign spaceview mde figura8 Geodesign lança MDS e MDT a partir de imagens de satélite Superview 1

MDT com sobreposição de imagem de alta resolução espacial satélite SuperView-1, composição colorida infravermelho

geodesign spaceview mde figura9 Geodesign lança MDS e MDT a partir de imagens de satélite Superview 1

MDT com sobreposição de imagem de alta resolução espacial satélite SuperView-1, composição colorida infravermelho, visão de áreas agrícolas e urbanas da vila Samode

geodesign spaceview mde figura10 Geodesign lança MDS e MDT a partir de imagens de satélite Superview 1

MDT com sobreposição de imagem de alta resolução espacial satélite SuperView-1, composição colorida cor natural, mostrando localização do Palácio e Forte Samode e a vila Samode, no estado de Rajastão, norte da Índia

Geoinformação & Disrupção: Criando Novos Mercados

Como a cadeia produtiva da Geoinformação pode se adaptar às rápidas e constantes mudanças que estão ocorrendo e também buscar novos mercados?

Toda esta evolução digital está baseada em tecnologia móvel, a combinação de inteligência artificial e a observação da Terra, serviços automatizados de localização, big data e análises geográficas em tempo real.

No seminário Geoinformação & Disrupção, que vai acontecer no dia 15 de maio na abertura do MundoGEO#Connect 2018, especialistas estarão reunidos para debater estas tendências e desvendar os melhores caminhos para as empresas do setor continuarem a prover soluções para uma cadeia consumidora corporativa da análise geográfica cada vez mais ampla e exigente.

Veja a programação completa e confira como foi a última edição, que contou com mais de 3 mil participantes:

Com informações do Instituto GEOeduc.