Palestra online sobre Georreferenciamento de Imóveis Rurais acontece nesta terça

O Instituto GEOeduc realiza, nessa terça-feira (6/5) às 19h (hora de Brasília), um webinar com inscrição gratuita que explicará todo o processo de Georreferenciamento de Imóveis Rurais com vistas à certificação pelo Incra.

Mesmo após mais de uma década e meia da publicação da Lei 10.67/2001, que criou a obrigatoriedade do Georreferenciamento dos Imóveis Rurais quando da alteração de seu registro imobiliário, ainda existem muitas dúvidas dos profissionais envolvidos na área sobre diversos procedimentos e requisitos pertinentes ao processo.

Nesta palestra, a especialista em Gestão Territorial, Margarete Maria, esclarecerá as dúvidas dos participantes e falará sobre habilitação exigida, imóveis que podem ser certificados, documentos exigidos para o cartório, softwares utilizados, remembramento e desmembramento.

geoincra 300x168 Fique por dentro do Georreferenciamento de Imóveis Rurais de A até ZVeja tudo o que será abordado durante a palestra:

• O que é o Georreferenciamento
- O que não se pode deixar de ler
- Quem pode trabalhar na área
- Profissional com habilitação técnica
- Profissional sem habilitação

• Levantamento do perímetro
- Estradas, cursos d’água, entre outras
- Processamento dos dados

• O vizinho já certificou, o que fazer?
- Apurando a acurácia
- Conferência e decisões
- Análise dos resultados

• Geração das peças técnicas
- Certificação SIGEF
- Peças para o cartório
- Juntada de documentos para averbação
- Peças do Georreferenciamento e documentos pessoais

O evento ainda contará com o tão aguardado lançamento do novo curso completo de Georreferenciamento de Imóveis Rurais, totalmente atualizado.

Registre-se para assistir e tirar suas dúvidas ao vivo

Gestão Inteligente de Imóveis Rurais

Este tema será destaque na programação do MundoGEO#Connect 2018, que será realizado de 15 a 17 de maio em São Paulo (SP).

Confira a programação completa e veja como foi a última edição, que reuniu mais de 3 mil participantes:

Com informações do Instituto GEOeduc