Evento que ocorre em outubro em Jardim (MS) recebe inscrições de trabalhos até 1º de julho

Pesquisadores, profissionais e estudantes vão se reunir em Jardim, no Mato Grosso do Sul, para apresentar as principais pesquisas em geotecnologias aplicadas ao Pantanal durante o 7º Simpósio de Geotecnologias no Pantanal (GeoPantanal). O evento, que ocorre de 20 a 24 de outubro de 2018, abre a oportunidade para a exposição de trabalhos técnicos, ferramentas e metodologias desenvolvidos no Brasil e no exterior.

O simpósio contará com palestras internacionais, cursos e apresentações orais. A submissão de trabalhos para aplicação no bioma ou áreas úmidas semelhantes pode ser feita até 1° de julho, pela internet. Os temas abrangem agropecuária e agricultura de precisão, análise de paisagem, avaliações de impacto e gestão ambiental, geoprocessamento, monitoramento de fauna, sustentabilidade e turismo, entre outros.

“O 7º GeoPantanal vem para prosseguir com a tradição pioneira de realizar um evento científico com foco em uma região geográfica, permitindo que os participantes possam se concentrar em aprender e trocar experiências no uso de geotecnologias específicas, além de colaborar com as comunidades científicas que estudam o Pantanal”, conta Laercio Namikawa, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e um dos coordenadores do simpósio.

geo no pantanal 300x168 Geotecnologias aplicadas ao Pantanal são tema de simpósioO evento é importante para o desenvolvimento científico na área e contribui para ampliar o conhecimento das novas geotecnologias aplicadas aos estudos de áreas úmidas e do Pantanal, segundo o professor Aguinaldo Silva, que coordena o simpósio pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Esse conhecimento também tem uma contribuição significativa para a sociedade, reconhece o secretário de Desenvolvimento Econômico de Jardim, Olavo Antonio de Oliveira Junior.

O 7º GeoPantanal é organizado, em parceria, pela Embrapa Informática Agropecuária, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS). A programação estará disponível no site do evento em breve.

Geoinformação & Disrupção: Criando Novos Mercados

Como a cadeia produtiva da Geoinformação pode se adaptar às rápidas e constantes mudanças que estão ocorrendo e também buscar novos mercados?

Toda esta evolução digital está baseada em tecnologia móvel, a combinação de inteligência artificial e a observação da Terra, serviços automatizados de localização, big data e análises geográficas em tempo real.

No seminário Geoinformação & Disrupção, que vai acontecer no dia 15 de maio na abertura do MundoGEO#Connect 2018, especialistas estarão reunidos para debater estas tendências e desvendar os melhores caminhos para as empresas do setor continuarem a prover soluções para uma cadeia consumidora corporativa da análise geográfica cada vez mais ampla e exigente.

Veja a programação completa e confira como foi a última edição, que contou com mais de 3 mil participantes: