Confira os requisitos e diferenciais para concorrer a estas vagas

vagas para tecnicos e assistentes de campo 300x300 Fototerra tem vagas abertas para técnicos e auxiliares de campoA Fototerra, empresa geradora de dados em plataforma aerotransportada, imagens de alta resolução, dados Lidar, imagens hiperespectrais, dados de radar, imagens infravermelho, ultravioleta, termal, fluorescência e produtos classificados derivados dessas fontes, está com vagas abertas para técnicos e auxiliares de campo.

Técnico de Campo – 5 vagas

Formação necessária em curso técnico de topografia, geomática, agrimensura, ou experiência na área de mais de quatro anos. Conhecimentos em topografia e geodésia, além de receptores GNSS, estação total e nível. Necessário também CNH (mínimo categoria B e três anos de CNH).

As funções a serem desenvolvidas serão levantamento em campo de pontos para fotogrametria, implantação de marcos para rede geodésica, nivelamento geométrico e levantamento com estação total, processamento de dados GNSS, estação total e de nivelamento geométrico.

A empresa oferece salário base de R$ 3.500,00 (CLT – contrato por tempo determinado de quatro meses), pagamento de diária e assistência médica nacional.

Auxiliar de Campo – 6 vagas

Não há exigência de formação na área. Conhecimentos em topografia e geodésia são um diferencial, mas não uma exigência, assim como no uso de receptores GNSS, estação total e nível.

Função: auxiliar aos técnicos de campo, nas atividades de campo, seja no levantamento de pontos para fotogrametria, implantação de marcos para rede geodésica, nivelamento geométrico e levantamento com estação total.

A empresa oferece salário base de R$ 1.300,00 (CLT – contrato por tempo determinado de quatro meses), pagamento de diária e assistência médica nacional.

Tanto para as vagas de Técnico como de Auxiliar de Campo, a previsão de início é maio de 2018, com desenvolvimento das atividades em Minas Gerais. Interessados devem encaminhas os currículos para o e-mail lidia@fototerra.com.br.

Geotecnologias Disruptivas

A inovação disruptiva está relacionada a um produto ou serviço que cria um novo mercado e desestabiliza os concorrentes que antes o dominavam.

É geralmente algo mais simples, mais barato do que o que já existe ou algo capaz de atender um público que antes não tinha acesso ao mercado. Em geral, começa servindo um público modesto até que abocanha todo um segmento.

No seminário Geoinformação & Disrupção, que será realizado no dia 15 de maio em São Paulo (SP) na abertura do MundoGEO#Connect 2018, especialistas estarão reunidos para debater estas tendências e desvendar os melhores caminhos para as empresas do setor continuarem a prover soluções para uma cadeia consumidora corporativa da análise geográfica cada vez mais ampla e exigente.

Veja a programação completa e confira como foi a última edição, que contou com mais de 3 mil participantes: