A produção e o consumo de dados geográficos é cada vez maior na atualidade. Ao tornar esses dados disponíveis a sociedade, surge uma oportunidade única para alavancar a capacidade local em compreender, analisar e agir sobre o espaço

mapas florianopolis 300x155 Florianópolis disponibiliza dados geográficos do município para downloadA Prefeitura Municipal de Florianópolis anuncia que disponibilizou dados geográficos do município para download. O objetivo é disponibilizar online a possibilidade de download de uma série de dados georreferenciados ou mapas, incentivando cada vez mais o acesso a informações temáticas do território.

Conforme o Gerente de Cadastro e Geoprocessamento do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis, geógrafo Kaliu Teixeira “Temos certeza que isso deve motivar a sociedade a desenvolver análises sobre esses materiais, é uma forma de transparência e contribui para que a população entenda tanto a dinâmica econômica, social, urbana da cidade em que vive, como também analisar o meio físico, os diversos ecossistemas, formas de relevo do município de Florianópolis, democratizando o acesso aos dados”.

A iniciativa deve facilitar muito as pesquisas acadêmicas que tem enfoque no território municipal de Florianópolis. Grande parte das pesquisas hoje utilizam dados geográficos ou mapas para analisar variáveis ou fenômenos que ocorrem no espaço. A facilidade em acessar esses dados em ambiente web deve ajudar a sociedade em geral, desde pesquisadores até moradores que desejam analisar informações de seus bairros, distritos.

Por enquanto estão disponíveis dados de limites administrativos, dados socioeconômicos do último CENSO realizado pelo IBGE no ano de 2010. A página será atualizada constantemente com materiais e notícias quem tenham relações com a temática da geoinformação.

O acesso pode ser feito através deste endereço.

Geoinformação & Disrupção: Criando Novos Mercados

Como a cadeia produtiva da Geoinformação pode se adaptar às rápidas e constantes mudanças que estão ocorrendo e também buscar novos mercados?

Toda esta evolução digital está baseada em tecnologia móvel, a combinação de inteligência artificial e a observação da Terra, serviços automatizados de localização, big data e análises geográficas em tempo real.

No seminário Geoinformação & Disrupção, que vai acontecer no dia 15 de maio na abertura do MundoGEO#Connect 2018, especialistas estarão reunidos para debater estas tendências e desvendar os melhores caminhos para as empresas do setor continuarem a prover soluções para uma cadeia consumidora corporativa da análise geográfica cada vez mais ampla e exigente.

Veja a programação completa e confira como foi a última edição, que contou com mais de 3 mil participantes: