março | 2014 | Google Earth na Sala de Aula

Google Earth na Sala de Aula

Mapas educativos realizados por professores numa formação de Google Earth

Por Luis Correia Antunes | 12h20, 30 de Março de 2014

Entre fevereiro e março do corrente ano tive a oportunidade de dar formação “Google Earth no Ensino”, promovida pelo Sindicato Independente dos Professores e Educadores (SIPE) da Madeira, a um grupo fantástico de profissionais do ensino (Professores e Educadores) de várias grupos disciplinares, desde Geografia, Inglês, Biologia, Português, História, TIC, entre outros e Educadores de Infância. A apresentação do blog de hoje tem como objetivo dar a conhecer os trabalhos realizados (os ficheiros KMLs) por cada formando, cujo tema foi adaptado às necessidades e realidades de cada um dos grupos em que lecionam. Tenho um enorme prazer e orgulho em poder partilhar com todos vocês estes trabalhos. Estão todos de parabéns.

IMG 1571 300x167 Mapas educativos realizados por professores numa formação de Google Earth

Fotografia de grupo

Assim, recorrendo ao livro “Google Earth na Sala de Aula” e com o apoio do formador no decorrer das sessões, cada um dos formandos teve autonomia de escolher o tema do mapa desde que este se enquandrasse com o que se ministrou na formação: criação de pontos, linhas e áreas; criação de visitas manuais e automáticas; Geotagging de fotografias; visualização do modo Céu, Lua e Marte; Introdução de legendas e títulos; Tour Builder; entre outros.

Ficam aqui os resultados obtidos por este grupo de professores e educadores da Ilha da Madeira, prontos a serem aproveitados e partilhados. Em outubro deste ano, haverá novo grupo de professores a desafiar nesta aventura de mapas do Google Earth. Veja alguns dos mapas usados na formação na página do facebook e na página do youtube do livro.

Animais e sua localizaçao no Globo – Joana Fraga, Pré-escolar, Grupo 100
“Um mapa para descobrir o mundo pelos animais que o habitam. A partir dos 3 anos e para quem for curioso.”

Baixe gratuitamente este mapa através desta ligação.

Pré-História, evolução do Homem – José João Gonçalves, Histório, Grupo 400
“Mapa referente ao processo de Hominização e a sua evolução desde o continente africano até à chegada ao continente europeu. Pode ainda ser consultadas algumas manifestações artísticas deixadas pelos primeiros seres humanos.”

Baixe gratuitamente este mapa através desta ligação.

English Speaking Countries – EUROPE – Rafael Martins, Inglês (cursos EFA), Grupo 330
“O ficheiro KML English Speaking Countries – EUROPE foi desenvolvido para ser trabalhado na disciplina de inglês. Poderá ser útil nos níveis de iniciação para explicar a localização dos países Europeus de língua oficial Inglesa e a distinção entre United Kingdom e os países que o compõem, mas poderá ser igualmente útil em níveis mais avançados do ponto de vista cultural através da abordagem dos locais de interesse na cidade de Londres e da visualização dos vídeos a eles associados (museus e atracções turísticas). Esta visita virtual à cidade de Londres poderá ser ponto de partida para um trabalho de escrita por parte dos alunos. Exemplo: escrita de um postal de férias onde refiram onde estiveram, o que fizeram etc.”

Baixe gratuitamente este mapa através desta ligação.

O Padre António Vieira e o Sermão de Santo Antonio aos Peixes – Rui Salgado, Português, Grupo 300
” O mapa tem por objetivo introduzir o estudo do “Sermão de Santo António aos Peixes”, do Padre António Vieira na disciplina de português nos 11.º e/ou 12.º anos.
É constituído por três partes. Na primeira, é apresentada uma pequena biografia do autor que visa fazer os alunos absorverem a personalidade aventureira, corajosa e contestatária do mesmo. Aqui, para além de informações diversas e pertinentes, mostram-se os variados locais onde o autor viveu ao longo da sua vida, as viagens que fez e as distâncias que percorreu, tendo em conta o período da sua vida e as dificuldades de deslocação inerentes a essa época (séc. XVII).
Todos os elementos apresentados são situados nos locais em que realmente aconteceram para que os discentes possam ter uma visão espacial mais precisa dos factos.
Posteriormente, é apresentado o documentário, relativo ao sermão em causa, da série GRANDES LIVROS. O episódio, narrado por Diogo Infante, que tem a duração de 50 minutos e que pretende contribuir para a promoção da leitura das grandes obras da literatura portuguesa junto de todas as faixas etárias de falantes de português, conta com a participação dos principais especialistas na obra e/ou no autor em análise. Finalmente, é apresentado um vídeo com a declamação de Ary dos Santos do “Sermão de Santo António aos Peixes”.”

Baixe gratuitamente este mapa através desta ligação.

Serviços e locais públicos da Freguesia de Est. de Câmara de Lobos – Helder Fernandes, 1º ciclo do Ensino Básico
“Mapa de alguns serviços/locais públicos da freguesia do Estreito de Câmara de Lobos. Pretende ser um recursos complementar à abordagem dos conteúdos de estudo do meio referentes ao bloco da descoberta dos outros e das instituições, nomeadamente instituições e serviços existentes na comunidade local.

Baixe gratuitamente este mapa através desta ligação.

Visita de estudo ao IPMA – Fernando Santos, Geografia, Grupo 420
“O trabalho está relacionado com a visita ao Instituto português do mar e da atmosfera e procurarei sensibilizar os alunos a incluir nos seus relatórios a identificação do espaço a percorrer e a visitar, recorrendo a esta tecnologia ou a pequenos apontamentos suscetiveis de serem tratados neste tipo de representação cartográfica.”

Baixe gratuitamente este mapa através desta ligação.

A origem da Internet – Lídia Henriques, Informática, Grupo 550
“Trabalho no Google Earth sobre a Origem da Internet e sua chegada a Portugal e por conseguinte à Universidade da Madeira e por fim à escola do Estreito de Câmara de Lobos.”

Baixe gratuitamente este mapa através desta ligação.

Movimentos das placas tectónicas – Alexandra Cordeiro, Grupo 520
“A Teoria da Tectónica de Placas defende que as placas litosféricas se movem lentamente sobre a astenosfera, à semelhança de um tapete rolate. A referida mobilidade das placas permite-lhes que se afastem, que colidam ou que deslizem umas em relação às outras, o que altera o aspeto da superfície terrestre. Em função do tipo de movimento, as zonas de fronteira das placas podem corresponder a diferentes tipos de limites: limite divergente ou construtivo; limite convergente ou destrutivo e limite transformante ou conservativo.”

Baixe gratuitamente este mapa através desta ligação.

Roteiro Comunidades Florestais Madeirenses – Ruben Faria, Biologia, Grupo 520
“Saída de campo com a finalidade de visitar zonas representativas das diferentes comunidades vegetais florestais da ilha da Madeira.”

Baixe gratuitamente este mapa através desta ligação.

Cidades mais populosas do planeta – Olga Maciel, Geografia, Grupo 420
“A exploração deste ficheiro permite viajar pelas 10 cidades mais populosas do planeta. Pode-se ainda ficar a conhecer um pouco mais sobre as três cidades populosas da Terra: Xangai, Bombaim e de Karachi. ”

Baixe gratuitamente este mapa através desta ligação.

Cordilheiras Montanhosas – Olga Maciel, Geografia, Grupo 420
“Conhecer a localização das cordilheiras montanhosas dos Himalaias e dos Andes e algumas das suas principais caraterísticas são os objetivos deste ficheiro. ”

Baixe gratuitamente este mapa através desta ligação.

Evolução do Computador – Márcia Correia, Tecnologias da Informação e Comunicação, Grupo 550
“O mapa será apresentado numa abordagem inicial dos conteúdos referentes às Tecnologias de Informação e Comunicação, para que os alunos possam ter uma maior perceção de como foi a evolução do computador ao longo do tempo. Como tal, a sua evolução é apresentada no mapa por diversas etapas, começando pelos primórdios da computação até à nossa geração, sendo estas descritas através da indicação dos locais onde surgiram, de imagens, vídeos, percursos e outras informações pertinentes.”

Baixe gratuitamente este mapa através desta ligação.

Visita de Estudo ao IPMA – Paulina Garanito, Geografia, Grupo 420
“Os alunos do 7ºano no tema – Clima, vão fazer uma visita de estudo ao Instituto Português do Mar e da Atmosfera observar os instrumentos de medição dos elementos do clima. Passam pelo complexo Balnear da Barreirinha e medem a temperatura da água do mar. Na fortaleza de S. Tiago observam a paisagem, bem como, no cais. No Mercado dos Lavradores vão ver as produções agrícolas tendo em conta o clima da RAM.”

Baixe gratuitamente este mapa através desta ligação.

Planeamento de visitas de estudo do grupo de TIC da EBSA – Rafael Freitas, Tecnologias da Informação e Comunicação, Grupo 550

Baixe gratuitamente este mapa através desta ligação.

share save 171 16 Mapas educativos realizados por professores numa formação de Google Earth

Leitura do Espaço Geográfico

Por Marcos Pelegrina | 15h39, 17 de Março de 2014

No processo de alfabetização cartográfica os princípios de orientação e localização estão presentes no ensino de Geografia. O Professor aborda esse conteúdo através de diferentes métodos de ensino e aprendizagem da cartografia em sala de aula.Quando se trabalha com o conceito de escala  podemos analisar diferentes fenômenos em diferentes escalas cartográficas, alterando sua escala de grandeza. Já a leitura geográfica é a compreensão do espaço geográfico onde são analisados os fenômenos geográficos físicos ou humanos, como a  leitura da paisagem, do lugar ou da vida em  sociedade .

O google Earth é uma ótima ferramenta para união desses dois conceitos e uma grande ferramenta para o ensino e aprendizagem de conceitos da Geografia.Este post, tem como objetivo demonstrar alguns exemplos simples de aplicação do tema  em sala de aula.

O primeiro exemplo refere-se ao espaço vivido do aluno, sua geolocalização, marcando a escola é possível através da visão vertical das imagens do Google Earth visualizar a escola,  alterando a escala é possível ter uma visão da rua, do bairro, da cidade, do estado, da região, etç. Marcando a cidade de São Paulo o Professor pode trabalhar com os conceitos de urbanização, metropolização, conurbação urbana, crescimento das cidades, redes e tantos outros assuntos urbanos. Por fim, marcando cidades com latitudes diferentes podemos exemplificar para os alunos a dinâmica climática local, regional e global. 

Esperamos que esses pequenos exemplos sirvam de fonte inspiradora,  para o desenvolvimento de novas práticas no ensino de Geografia.

Marcos Pelegrina

 

 

 

 

share save 171 16 Leitura do Espaço Geográfico

Alterações Climáticas 1900-2100 (classificação KÖPPEN-GEIGER)

Por Luis Correia Antunes | 12h19, 06 de Março de 2014

O sistema de classificação climático Köppen–Geiger é muito utilizado quando quer se representar os diversos climas à escala continental e global. A primeira publicação desta classificação foi feita em 1884 por Wladimir Köppen, seu criador, e vem sofrendo algumas alterações até à classificação tal como ela é conhecida hoje em dia. É constituída por 29 classificações, dividida pelas 5 classes principais: (A) Clima Tropical; (B) Clima seco; (C) Clima Temperado; (D) Clima Continental; e (E) Clima Polar.

O Institute for Veterinary Public Health, da University of Veterinary Medicine Vienna, usou esta classificação para mapear a evolução das alterações climáticas observadas de 1901 a 2000 e as previsões de cenários A1FI, onde se intensiva no uso de combustíveis fósseis, de alterações climáticas de 2001 a 2100 da Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC). Com este conjunto de dados tem-se uma perceção da realidade dos últimos 100 anos e uma previsão das alterações climáticas tendo em conta as emissões CO2 para a atmosfera que criam o efeito estufa.

O livro “Google Earth na Sala de Aula” usou esses dados e acrescentou outros como o nome das classes e a legenda  e deu dinamismo e interação. Permitindo ao utilizador navegar no tempo e avaliar os possíveis impactos das alterações climáticas no globo. Ao selecionar cada uma das áreas de classificação que ocupam a superfície terrestre, nos diversos anos, pode-se  ainda consultar o título da sua classificação. Baixe gratuitamente mais este mapa e desfrute deste recurso e partilhe o conhecimento com os seus alunos e colegas através da página do facebook do livro.

Filme Youtube do Mapa KML com as alterações climáticas 1900-2100 com classificação KÖPPEN-GEIGER

 

Luis Antunes

share save 171 16 Alterações Climáticas 1900 2100 (classificação KÖPPEN GEIGER)
  • Luis Correia Antunes
    @lcantunes
    Licenciado em Engenharia Geográfica pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Mestre em Georrecursos pelo Instituto Superior Técnico Mais de 500 horas de formação em Google Earth, software opensource SIG e software CAD. Em abirl de 2013 lançou o livro “Google Earth na Sala de Aula” pela Areal Editora.

    Licenciado em Engenharia Geográfica pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Mestre em Georrecursos pelo Instituto Superior Técnico Mais de 500 horas de formação em Google Earth, software opensource SIG e software CAD. Em abirl de 2013 lançou o livro “Google Earth na Sala de Aula” pela Areal Editora.

  • Marcos Pelegrina
    @marcospelegrina
    Marcos Aurélio Pelegrina Bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Paraná (1999), Mestre e Doutor em Engenharia Civil área de concentração Cadastro Técnico Multifinalitário e Gestão Territorial pela Universidade Federal de Santa Catarina (2009). Professor Adjunto C do departamento de Geografia da Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná.

    Marcos Aurélio Pelegrina Bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Paraná (1999), Mestre e Doutor em Engenharia Civil área de concentração Cadastro Técnico Multifinalitário e Gestão Territorial pela Universidade Federal de Santa Catarina (2009). Professor Adjunto C do departamento de Geografia da Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná.

  •