Uma parceria entre o Sindicato da Construção Civil do Paraná (Sinduscon-PR) e o Sebrae está aliando 27 empresas de Curitiba na construção de um moderno edifício utilizando ferramentas Geotecnológicas. Batizado de Obra Prima, o prédio teve sua construção iniciada em maio de 1999 e sua conclusão deve se dar em novembro deste ano, um prazo recorde na opinião do responsável técnico pela execução do projeto, Moyzés Rosgrin. "O edifício será executado com economia de 30% do tempo médio para esse padrão de empreendimento (com 16 pavimentos). Ao invés de 2 anos, serão 18 meses, comprovando que novas soluções tecnológicas imprimem maior velocidade e qualidade ao trabalho", defende.

pag10b Morada Geotecnológica

Estações Totais e Sistemas de Nivelamento a Laser auxiliam na Construção Civil.

Entre as tecnologias empregadas na obra está a topografia de precisão, que ajuda no controle de prumada. "Os Sistemas de Nivelamento a Laser permitem leitura direta com precisão milimétrica dos eventuais deslocamentos da obra", explica Moyzés. Os equipamentos também reduzem a mão de obra necessária, a perda de material e as necessidades de retrabalho. "Não existe perda de tempo para efetuar leituras de nível e ainda várias pessoas podem trabalhar usando a mesma referência de nível gerada pelos equipamentos", conclui o engenheiro, animado com a promissora chegada do GEO na construção civil brasileira. Mais detalhes na página do projeto, http://www.projetopiloto.com.br.