Como desenvolver um projeto completo de geoprocessamento com custo zero de licenciamento de software

No início da grande revolução causada pelo Software Livre (SL), os profissionais de áreas mais específicas, como a Cartografia, não podiam imaginar o tamanho do impacto tecnológico que estava por vir. O segmento de Geotecnologia sempre foi caracterizado por sistemas muito especializados e de valores bem elevados.

Mas esta história começa a mudar. Se a sua empresa atua na área de TI, provavelmente você já utiliza algum sistema baseado em Linux. Normalmente, este sistema começa a marcar presença nos servidores e talvez você já saiba disso. O que você provavelmente não sabe é que atualmente é possível implantar um projeto completo e integrado de Geoprocessamento baseado em SL em ambiente 100% Linux. Sabe o que isso significa? Simplesmente um projeto com custo 0 (zero) de licenciamento de software.

O carro-chefe desta revolução no setor de Geotecnologia é o MapServer (http://mapserver. gis.umn.edu/) Este sistema é um poderoso API para aplicações GEO em ambiente WEB que permite desenvolver um servidor de mapas completo utilizando HTML, Perl, PHP, Python ou Java. A flexibilidade desta aplicação não deixa nada a desejar para as mais poderosas ferramentas comerciais como o ArcIMS. Outra grande vantagem do MapServer é a presença das especificações OpenGIS®. Na realidade, a maioria das aplicações livres seguem estas especificações, já as aplicações comerciais ainda estão se "adaptando" para trabalhar com os padrões abertos.

Neste momento, você deve estar bastante curioso querendo saber onde encontrar mais informações sobre o assunto. A resposta está num grupo de discussão que foi criado em setembro de 2003 e hoje possui cerca de 200 pessoas entre profissionais, estudantes e professores trocando idéias sobre SL para área de GEO.

O Grupo MapServer Brasil (http://br.groups.yahoo.com/group/mapserver_brasil/) foi criado para divulgar informações sobre estas novas tecnologias livres que estão revolucionando a Cartografia. No início, as discussões eram voltadas para o MapServer, mas hoje muitos outros sistemas são abordados como o JUMP, o GRASS, o PostgreSQL/PostGIS, Terraview, etc. Os debates abrangem desde o nível de "bits e bytes" até o nível político com questões como a democratização do acesso às bases cartográficas no Brasil. No nível mais técnico, é possível acompanhar as principais dúvidas e soluções nos processos de instalação/compilação destes novos sistemas livres.

pag24 1 Software Livre e o Grupo MapServer Brasil

Enfim, todos se encontram no MapServer Brasil para discutir estas novas tendências para o segmento de Geotecnologia. Hoje, o Grupo Map-Server Brasil representa uma ativa comunidade livre na área de Cartografia e se prepara para lançar um grande portal para expandir todos os assuntos abordados no Grupo. Se quiser abrir os seus horizontes, venha integrar o nosso Grupo. Todos são bem-vindos.

Equipe de P&D da 5ª Divisão de Levantamento:

- Helton Nogueira Uchôa – uchoa@estudemais.com.br
- Ivanildo Barbosa – tenivanildo@yahoo.com.br
- Robson Azevedo Silva – robson5dl@hotmail.com
- Paulo Roberto Ferreira – prgeotopo@hotmail.com
- Márcia Paula Pires da Silva – marciapires5dl@bol.com.br