O Consórcio Geoespacial Aberto (OGC, na sigla em inglês) anuncia que aprovou a versão 2.0 do padrão City Geography Markup Language. O CityGML é um modelo com informações XML, para representação, armazenamento e troca de modelos virtuais em 3D de cidades e paisagens.

Modelagem 3D CityGML OGC aprova padrão para modelagem 3D de cidadesEste padrão CityGML fornece um modelo padrão e mecanismos para descrever objetos 3D em relação à sua geometria, topologia, semântica e aparência, e define cinco diferentes níveis de detalhes. Seus conjuntos de dados podem incluir diferentes elementos urbanos, que contemplam não só edifícios individuais, mas também lugares inteiros, bairros, cidades, regiões e países.

O CityGML fornece mais do que conteúdo 3D para visualização por diversas aplicações. Ele permite que usuários possam compartilhar modelos virtuais 3D de cidades e paisagens, para a realização de análises sofisticadas e tarefas em várias aplicações, como simulações do ambiente, estimativas de demanda de energia, gerenciamento de ciclo de vida da cidade, instalações de gestão urbana, avaliação imobiliária, gestão de desastres, navegação, robótica, mineração de dados urbanos e serviços baseados em localização.

Em comparação com a versão 1.0, a nova versão contém mais funcionalidades, como novos módulos temáticos para túneis e pontes, modelagem a partir de dados de edificações 2D, e atributos mais genéricos, facilitando sua implementação. O OGC informa que os aquivos salvos da versão 1.0 podem ser transformado facilmente para a versão 2.0.