Especialistas falam sobre infraestruturas de dados espaciais e gerenciamento da geoinformação

O pleno gerenciamento e compartilhamento da informação geoespacial foi um dos assuntos de destaque do MundoGEO#Connect LatinAmerica 2012, realizado de 29 a 31 de maio em São Paulo (SP) com o tema “Compartilhar informações para um mundo melhor”. Tanto que, na abertura do evento, especialistas foram convidados para falar sobre todas as questões que envolvem as Infraestruturas de Dados Espaciais (IDE) e o Gerenciamento da Informação Geoespacial.

Luiz Paulo Souto Fortes, Presidente do Comitê Permanente para Infraestrutura de Dados Geoespaciais das Américas (CP-Idea), representou o Comitê da ONU de Especialistas no Gerenciamento Global da Informação Geoespacial (Unce-GGIM) e comentou que, hoje, mais de 80% de toda informação usada pelo setor público ao redor do mundo pode ser georreferenciada, o que gera uma necessidade urgente de manejo eficaz de todos esses dados.

Segundo ele, os principais desafios globais relacionados à informação geoespacial são: a formulação de políticas geoespaciais e arranjos institucionais; o desenvolvimento de metodologias e infraestruturas comuns; a coordenação e cooperação internacional para atender necessidades globais; e a construção de capacidades e transferência de conhecimento.

Em sua apresentação, Luiz Paulo citou também a iniciativa para a Integração da Infraestrutura Regional Sul-Americana (Iirsa), a cargo do Programa GeoSUR, que tem como objetivo principal a disponibilização da informação geoespacial continental para promoção do desenvolvimento da infraestrutura de transporte, energia e comunicações, de forma sustentável e equitativa, dos 12 países sul-americanos.

IDEConnect Conexões

Luiz Paulo lembrou, ainda, que o próximo encontro do Unce-GGIM será realizado de 13 a 15 agosto de 2012 em Nova York. Para finalizar, comentou que o progresso na disponibilidade e acessibilidade da informação geoespacial, em todo o mundo, depende da cooperação entre os países; e que as diversas iniciativas nacionais, regionais e mundiais evidenciam a expansão do papel tradicional da cartografia na direção da gestão da informação e das IDEs, atendendo, assim, a um número muito maior de usuários de informação e contribuindo mais amplamente para o desenvolvimento sustentável das nações.

Já Valéria Oliveira Henrique de Araújo, Secretária Executiva do CP-Idea e Gerente da Secretaria Executiva da Comissão Nacional de Cartografia (Concar), apresentou as atividades do CP-Idea na construção das IDEs nas Américas. Segundo ela, para o CP-Idea, a formulação e implementação de arranjos institucionais representam os principais desafios a serem enfrentados em resposta ao conhecimento do estado atual de desenvolvimento de IDE na região.

Valéria apresentou o Grupo de Trabalho de Planejamento (Gtplan) do CP-Idea, criado em maio de 2010 na reunião da Junta Diretiva em Nova York, que tem objetivo de dar suporte às atividades nos seguintes temas: capacitação; normas e especificações; boas práticas e um guia para IDE; inovações nos institutos nacionais de mapeamento; e estado da arte das IDEs nas Américas.

Em 2011 foi elaborado um questionário com 76 perguntas, elaborado pelo GTplan e aplicado aos membros do CP-Idea, cujos resultados serão divulgados no segundo semestre deste ano. Entre os resultados e ações futuras do CP-Idea, Valéria citou a publicação de Normas recomendáveis (Core) e o lançamento de um glossário em espanhol, inglês, português e francês.

De acordo com ela, o CP-Idea estará empenhado, até 2013, na Implementação do Plano de Trabalho e seus principais produtos serão disponibilizados a todos até o final da gestão, servindo como subsídio para as ações dos países, assim como de grupos especializados com interesse no tema. Além disso, está sendo preparado um “Cookbook”, incluindo um capítulo com os impactos sociais e econômicos das IDE.


Conferência GSDI 13 teve grande êxito

Atraindo cerca de 700 participantes de 56 países, a Conferência Geoespacial Global 2012 integrou a Conferência Mundial GSDI 13, a 14ª Conferência Científica Anual do Geoide, a 7ª Conferência 3D GeoInfo e a Conferência Canadense de Geomática 2012 sob o mesmo teto, em Quebec, no Canadá, de 14 a 17 de maio deste ano.

Mais de 200 trabalhos foram apresentados em sete sessões paralelas, durante quatro dias de conferência, que contou com sessões plenárias e área para pôsteres. Um livro com trabalhos selecionados, intitulado “Habilitando espacialmente o governo, a indústria e os cidadãos: Perspectivas de pesquisa e desenvolvimento”, foi entregue gratuitamente a todos os que se inscreveram na Conferência.

+Info
www.gsdi.org/gsdiconf/gsdi13


Colômbia libera acesso à informação geográfica

Através de uma Resolução publicada em abril deste ano, a Colômbia passou a adotar a nova política de acesso, uso e intercâmbio da informação geográfica oficial básica do Instituto Geográfico Agustin Codazzi (Igac), em concordância com os princípios da Infraestrutura Colombiana de Dados Espaciais (ICDE).

De acordo com o Artigo 3 desta Resolução, a informação geográfica oficial básica gerada pelo Igac é pública, portanto seu acesso, uso e intercâmbio será livre e sem custo algum para coleta, manutenção, preservação e conservação, sempre que seu uso não tenha propósitos comerciais.


Participe da IGS!

A Sociedade Geoespacial Internacional (IGS) é o braço de membros individuais da Associação GSDI e, atualmente, busca profissionais ou especialistas para sua filiação, que possuam interesses em IDE, SIG ou temas relacionados.

A sociedade tem como objetivo melhorar a comunicação, em nível global, entre as pessoas que participam ativamente na promoção, desenvolvimento ou avanço da IDEs.

+Info
www.igeoss.org


Disponível nova versão de editor livre de metadados

Uma nova versão do editor de metadados, CatMDEdit 4.6.6, está disponível. O software livre é uma iniciativa do Instituto Geográfico Nacional de Espanha (IGN) e constitui uma ferramenta para edição de metadados que facilita a documentação de recursos, com ênfase na descrição dos recursos geográficos.

A principal novidade desta nova versão é a inclusão de um gateway de conversão entre formatos Marc21 e ISO19115, resultado da atividade do Grupo de Trabalho Interdisciplinar sobre Patrimônio Cartográfico nas IDEs (GTI-IDE), pertencente ao Grupo de Trabalho da Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais da Espanha (IDEE).

Na nova versão também foram realizadas algumas alterações para garantir a conformidade com os requisitos de serviços de metadados estabelecidos no regulamento metadados da Inspire.

+Info
http://ning.it/MTUkAK


Inde tem novo visualizador de mapas

Foi lançado no dia 4 de junho, no auditório do Ministério do Planejamento (MP), em Brasília, o novo visualizador da Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (Inde). O lançamento contou com a presença de Eva Chiavon, Secretária Executiva do MP, Esther Bemerguy, Secretária de Planejamento e Investimentos do MP, e Wasmália Bivar, Presidenta do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O novo visualizador conta com importantes recursos para acesso a informações geoespaciais do Plano Plurianual (PPA), do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) e dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), além de informações do Censo 2010. As informações são produzidas pelos Ministérios do Planejamento, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e pelo IBGE. Com a disponibilidade dessas novas informações, ampliam-se os benefícios e as possibilidades da Inde, em aplicações e decisões voltadas ao planejamento de políticas públicas.

Segundo Eva Chiavon, há uma perspectiva de que, a partir dessas novas informações acessíveis na Inde, o governo aprimore o planejamento e o monitoramento de ações. “A intenção é tornarmos mais efetivas as tomadas de decisões das políticas territoriais. Com esta ferramenta, vamos avançar na elaboração do Orçamento Federal. Com informações mais precisas, mais concretas, é possível tomar decisões mais consistentes, com mais qualidade”, disse a secretária.

i3Geo

Desde o lançamento da Inde, em 2010, o i3Geo era o principal visualizador. A partir de agora, os usuários da Inde terão mais uma ferramenta para acesso aos dados. As informações existentes nos visualizadores e no catálogo de metadados estão em processo de compatibilização, atendendo tanto as informações dos atores da Inde que já aderiram como aqueles que ainda virão.

+Info
www.visualizador.inde.gov.br


Especialistas falam sobre qualidade de dados geoespaciais

O MundoGEO#Connect LatinAmerica 2012, maior e mais importante evento do setor geoespacial na América Latina, aconteceu de 29 a 31 de maio no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo (SP), e reuniu mais de 3.350 profissionais entre os visitantes da feira e participantes nas mais de 30 atividades.

Especialistas falam sobre qualidade de dados geoespaciais ConexõesNo segundo dia do evento, o seminário Qualidade de Dados Geoespaciais reuniu especialistas no assunto para realizar uma análise completa sobre a normatização, padronização, modelagem e integração de informações geoespaciais. Com mediação do especialista em Geoprocessamento Flávio Yuaça, o seminário foi um dos destaques do evento.

A apresentação inicial ficou por conta de Moema José de Carvalho Augusto, Assistente da Diretoria de Geociências do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que falou sobre o panorama atual da legislação cartográfica, apresentando as leis que regem o setor de geotecnologia.

A sessão sobre auditagem na compilação e produção dos dados geoespaciais contou com a participação do Cel. Omar Antonio Lunardi, da Diretoria do Serviço Geográfico do Exército (DSG).

Baixe os arquivos apresentados neste seminário, em pdf, em http://ning.it/P7kmEK.