Um grupo de cientistas do Laboratório de Ciência e Tecnologia de Defesa (DSTL), localizado em Porton Down, no Reino Unido, desenvolveu um “GPS” com tecnologia que não utiliza satélites. Chamado de Bússola Quântica, o novo sistema funciona interagindo com partículas subatômicas do campo magnético da terra, o que oferece grande precisão quando comparado com o GPS tradicional. Segundo os cientistas, a tolerância de erro é de apenas 90 cm.

gpscompasso Reino Unido desenvolve novo sistema GPS sem satélite

Outra vantagem do sistema é que, ao contrário do GPS, ele é praticamente impossível de ser adulterado. Se chegar ao nível civil de uso, o sistema poderá gerar uma navegação milimétrica para ser usado em carros e smartphones, por exemplo.

E não é apenas o uso militar que torna as aplicações de tecnologia tão atraentes. Os cientistas afirmam que os dispositivos elaborados com a tecnologia do Bússola Quântica poderão ser usados, eventualmente, em smartphones.

“A indústria de defesa age muitas vezes como pioneira no desenvolvimento de novas tecnologias”, diz Neil Stansfield, Chefe de Conhecimento, Inovação, Empresa e Futuro da DSTL.

Em 2013, o Reino Unido anunciou um investimento de 270 milhões de euros para cinco anos de pesquisas sobre a possibilidade de traduzir a ciência quântica em novos produtos e serviços.

Além da aplicação para navegação, relógios quânticos podem se tornar um mercado lucrativo em todo o mundo, com novas aplicações. A exploração da mecânica quântica  já rendeu ao mundo várias novas tecnologias, incluindo semicondutores, microprocessadores, lasers , energia nuclear, termo visores e câmeras digitais.

Com informações do Dailymail