O sucesso dos portais de mapas gratuitos tem favorecido a disseminação do uso de imagens de satélite, com infinitas aplicações. No entanto, em alguns casos, a aquisição desse tipo de imagens vem sendo feita sem os devidos cuidados técnicos. O usuário precisa saber se está sendo adquirido o produto certo para uma correta aplicação. E para atender a essa recente demanda é que surge a PiXsat.

“Nossa intenção não é oferecer produtos prontos. Queremos entender o projeto, desenvolver a melhor técnica para a aquisição da imagem de satélite correta e, assim, prestar o melhor serviço de engenharia, com aplicações baseadas em geotecnologias, de forma inteligente e eficiente”, explicam as engenheiras cartógrafas Ágatha Branco e Taciana Vannucci, responsáveis pela PiXsat.

Consultoria e treinamentos 

A PiXsat oferece serviços de consultoria baseados em horas técnicas, com o objetivo de atender a demanda de forma adequada e de acordo as legislações vigentes. Esse modelo de contratação pode ser consultado tanto para projetos em andamento como para projetos em estudo.

No que se refere à aquisição de informações, a PiXsat atua nas áreas de sensoriamento remoto (coleta e análise de dados) e de geoprocessamento. “Com o avanço do Sensoriamento Remoto e dos Sistemas de Informações Geográficas (SIG’s), é de grande importância se conhecer ainda mais e melhor as tecnologias georreferenciadas”, diz Ágatha Branco.

Atualmente, o geoprocessamento é a principal ferramenta que disponibiliza informações precisas baseadas nos dados reais georreferenciados para todas as áreas que se tenha interesse em desenvolver um estudo mais eficiente. E, segundo as diretoras da PiXsat, os elementos da cartografia pré-definidos para a representação da realidade devem ser tratados com alto nível de precisão, o que nem sempre é exigido pelos órgãos reguladores.

Porém, de acordo com as especialistas, quando o estudo sai do meio virtual para entrar em canteiro de obras, detalhes de exatidão são fundamentais para o sucesso do projeto, evitando-se um retrabalho com mais custos agregados.

Abaixo uma aplicação de Processamento Digital de Imagem (PDI) com composições possíveis utilizando diversas bandas do sensor World View – 2.

Imagens  Agatha Empresa auxilia na escolha adequada de imagens de satélite

Primeira imagem: composição 532 em RGB /Segunda imagem: composição 632 em RGB Sensor / Terceira imagem:composição 321 em RGB