CAR Prazo CNA pede prorrogação do prazo do Cadastro Ambiental Rural

De acordo com a CNA, menos de um milhão de propriedades rurais do Brasil está inscrito no Cadastro Ambiental Rural (Foto: Marcelo Curia / Ed. Globo)

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) defendeu nesta semana sua defesa da prorrogação do prazo de inclusão das propriedades no Cadastro Ambiental Rural (CAR). Previsto no Código Florestal, o cadastro deve ser feito até o próximo dia 5 de maio, mas o período pode ser estendido por mais um ano.

Em comunicado, a CNA alega que sua posição reflete as preocupações de federações estaduais de agricultura e de produtores rurais. E informa que, na última quinta-feira (9/4), enviou ofícios com a reivindicações de prorrogação foram enviados aos Ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente.

“Apesar de declaratório, o sistema mostrou moderada complexidade de preenchimento, ocasionando dificuldade na exata prestação de informações e consequente atraso nas entregas. Se o CAR ainda não cumpre o seu papel, faz-se necessária a prorrogação do prazo de cadastramento dos imóveis rurais conforme permitido por lei”, diz o comunicado. A CNA argumenta também que o governo deve dar suporte técnico para a inscrição de propriedades com até 4 módulos fiscais e assentamentos da reforma agrária.

De acordo com a Confederação, com base em dados do Ministério do Meio Ambiente, dos 5,4 milhões de propriedades rurais no Brasil, cerca de 700 mil estão no CAR. A partir dessas informações, será estabelecido o Plano de Regularização Ambiental (PRA). E a partir de 28 de maio de 2017, a existência do CAR será obrigatória para a obtenção de crédito rural.

Fonte: Globo Rural