Administração Municipal de Precisão Vídeo mostra técnicas e dicas de como usar geoinformação em cidadesDados e ferramentas de geoinformação são elementos vitais para a elaboração de planos e políticas públicas. Entendimento, uso e disseminação de informações geográficas gera redução de custos e melhoria dos serviços

Dados e ferramentas geoespaciais são peças chave em projetos que visem contribuir para uma gestão pública eficiente. Cada vez mais, órgãos públicos e municípios vem criando uma “cultura” voltada ao entendimento, uso e disseminação de informações geográficas para funcionários, habitantes e usuários de serviços públicos.

Passando pelos conceitos de Cidades Inteligentes (Smart Cities), Infraestruturas de Dados Espaciais (IDEs) e Cadastro Técnico Multifinalitário, a geoinformação deve estar presente em todas as esferas públicas, e suas ferramentas contribuem para a gestão eficaz e mais consciente de áreas urbanas. E a população tem um papel fundamental no processo: fiscalizando, sugerindo mudanças e até mesmo apontando problemas. O atributo geográfico, presente em diversos “apps móveis”, é uma forma de todos colaborarem com a manutenção de uma cidade.

Capacitações sobre GIS para Prefeituras

Para ficar por dentro de tudo que a geoinformação pode fazer para melhorar a gestão do espaço urbano, participe do curso Geoinformação na Gestão Municipal no dia 5 de maio, e do fórum Geoinformação para Cidades Inteligentes no dia 7. Ambos serão realizados durante o MundoGEO#Connect LatinAmerica 2015, em São Paulo (SP).

O curso apresentará formas de coleta e atualização de dados geoespaciais para as diversas aplicações em municípios. Serão demonstradas as precauções necessárias em relação às especificações técnicas dos processos de licitação e os vários desafios encontrados na implantação de sistemas de informações geográficas, bem como suas aplicações para o cadastro, arrecadação, planejamento, gestão ambiental, entre outras.

Já este fórum inovador vai contar com a presença de especialistas para discutir e apresentar resultados de projetos que incluem a coleta, processamento, representação e a análise de informações geoespaciais em sistemas de suporte à gestão inteligente de cidades. Também será debatido sobre a relação inseparável entre o novo conceito de Cidades Inteligentes (Smart Cities) e a importância do acesso rápido a informações geoespaciais atualizadas, para facilitar a tomada de decisão em situações rotineiras e emergenciais nas áreas urbanas.

Vídeo sobre Geoinformação na Gestão Municipal

Para saber mais sobre as formas de coleta e atualização de dados geoespaciais para diversas aplicações em municípios, além de precauções necessárias em relação às especificações técnicas dos processos de licitação e os vários desafios encontrados na implantação de sistemas de informações geográficas, bem como suas aplicações para o cadastro, arrecadação, planejamento, gestão ambiental, entre outras.