Programa de TV produzido em parceria entre a Embrapa e a TV NBR, do governo federal, divulga semanalmente temas relacionados à ciência no Brasil

Uma plataforma digital que disponibiliza dados espaciais gerados pela pesquisa científica brasileira para o público em geral de forma democrática e amigável. Essa é a GeoInfo – Infraestrutura de Dados Espaciais da Embrapa, lançada em abril deste ano por ocasião do 45º aniversário da Empresa, e tema do programa Conexão Ciência desta semana.

Para falar sobre a tecnologia, que se encaixa perfeitamente no conceito de ciência aberta, o programa entrevista a analista da Embrapa Territorial Daniela Maciel, líder do projeto que deu origem à plataforma.

Confira a entrevista na íntegra:

Vale lembrar que o Conexão Ciência é uma iniciativa conjunta entre a Embrapa e a TV NBR, do governo federal, e vai ao todas as terças-feiras às 19h15. O programa pode ser assistido também no canal da NBR no YouTube.

Entre os dados reunidos na plataforma Geoinfo, encontram-se mapas que indicam terras de aptidão agrícola, zoneamentos e diagnósticos ambientais, levantamentos de solo, estimativas de degradação de pastagens, emissão de carbono e produção de água, entre muitos outros. Todas essas informações têm potencial para subsidiar ações de planejamento, gestão de recursos e elaboração de políticas públicas de diferentes setores.

plataforma geoinfo da embrapa 300x144 Plataforma Geoinfo da Embrapa em destaque no programa Conexão CiênciaSegundo Daniela Maciel, o maior desafio foi organizar os dados gerados pela pesquisa e apresentá-los de forma amigável aos interessados. “Um desafio comum às instituições de pesquisa e desenvolvimento é estruturar e compartilhar esse grande volume produzido de dados e informações geoespaciais de forma eficiente, que potencialize a sua utilização pela sociedade”, explica.

O Geoinfo conta hoje com aproximadamente 300 conjuntos de dados espaciais, quantidade que irá aumentar à medida que novos resultados de pesquisa forem adicionados. A nova plataforma já foi incorporada à Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (Inde), que unifica bases de informações espaciais produzidas em todo o País e agrega mais de 15 mil registros.

Debates sobre Infraestruturas de Dados Espaciais foram destaque nos seminários, cursos e na feira MundoGEO#Connect 2018, que aconteceu de 15 a 17 de maio passado em São Paulo (SP). Assista o primeiro vídeo oficial com um resumo do evento:

Informações e imagem: Embrapa