Por Ronan Mendes*

Dado o crescimento de usuários de internet móvel no Brasil (mais que 90 milhões) e as projeções agressivas de crescimento para 2020 (144 milhões) temos identificado o crescimento de uso e demanda por aplicativos móveis. A média atual de aplicativos móveis instalados por aparelho é de 63.

Segundo os especialistas, dentre as funções mais utilizadas em aplicações móvel está a variável espacial (Geo). Desde 2009 as aplicações móvel tem adicionado informações de localização em suas funções, permitindo assim aos usuários terem senso de customização e exclusividade nas informações acessadas via aplicativo.

Com isso, as instituições que pretender ter suas aplicações móvel perguntam-se sobre como faze-lo e contrata-lo. Para o sucesso desde investimento é fundamental selecionar bem o parceiro do projeto que será responsável pelo desenvolvimento de Aplicativos Móvel considerando funções Geo. Segue algumas dicas:

como contratar um bom desenvolvedor geo 300x296 7 dicas para contratar um Desenvolvedor de App Móvel Geo1 – Verifique o histórico de projetos e clientes da empresa, portifolio da empresa, seu histórico de casos de sucesso, expertise em projetos com ambiente de alta performance e grande volume de dados e referências no cumprimento das datas de entregas estabelecidas no cronograma do projeto.

2 – Pesquise sobre o processo de gestão utilizado pela empresa, pois esta deve fazer uso de um consistente e estruturado processo de gestão de projetos e desenvolvimento, permitindo assim que o escopo inicialmente contratado seja executado dentro da qualidade, prazo e custo pré definidos.

3 – Conheça a capacidade da Equipe, entenda a formação dos profissionais que compõem a equipe da empresa desenvolvedora, suas especialidade, experiência em projetos similares e verifique as certificações que o prestador e seus colaboradores possuem.

4 – Expertise da empresa com GEO, pois as funções GEO dos aplicativos são atualmente as que permitem maior interação e monetização no uso dos mesmos, desta forma, seu fornecedor deve possui profundo conhecimento. Fundamental que este desenvolvedor tenha conhecido em diversas tecnologias Geo (OpnSource, Google, ArcGIS), permitindo assim que sua aplicação tenha a melhor tecnologia e performance possível.

5 – Verifique se as tecnologias utilizadas pelo prestador são as mais atuais e utilizadas pelo mercado e se tem como hábito estar sempre atualizando tecnologias e processos.

6 – Entenda a expertise da empresa prestadora de serviço com multiplataforma móvel (ios e android), uma vez que seu aplicativo deverá atender aos diversos tipos de usuários.

7 – Avalie a experiência do desenvolvedor com metodologias de entregas parciais rápidas, garantindo assim evolução incremental, monitoramento prévio do produto final.

Ronan Mendes*, Cientista Computacional e MBA em Gestão, é especialista em processos de Software e diretor da empresa GT4W.

Mapeamento com Drones

O uso de drones para mapeamento será tema de dois cursos (básico e avançado) que vão acontecer durante o DroneShow Plus 2018, de 6 a 8 de novembro em São Paulo (SP). Confira a programação completa.

Este tema também foi destaque em várias atividades do DroneShow 2018, que aconteceu em maio passado também na capital paulista. Veja um resumo de como foi o evento: