Dentre os estudos está um sobre rastreadores com GPS extra-low power com medição de Temperatura e Acelerômetro para diversas aplicações

Parceria entre TIM, Ericsson e INOVAi (Associação Itajubense de Inovação e Empreendedorismo) vai transformar Itajubá (MG) em novo polo de desenvolvimento de soluções para fortalecer ecossistema de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês).

O anúncio será nessa sexta-feira (9/11) durante cerimônia na UNIFEI, de mais uma iniciativa de colaboração tecnológica, científica, de empreendedorismo e inovação, que irá fortalecer o ecossistema de IoT no Brasil com base em soluções móveis.

A ação conta com o apoio de parceiros acadêmicos e start-ups, que trabalharão no desenvolvimento de soluções inovadoras em IoT para os setores de Saúde, Indústria, Educação e Segurança. O acesso à tecnologia para permitir esses avanços será feito por meio da ativação da funcionalidade NB-IoT (Narrow Band em IoT) na rede comercial 4G da TIM em Itajubá, utilizando a plataforma IoT Accelerator, solução em nuvem da Ericsson.

“A TIM foi pioneira na oferta da plataforma NB-IoT ao ativar a funcionalidade em Santa Rita do Sapucaí, também no estado mineiro, e mantém-se como a única empresa do segmento do País a oferecer a tecnologia comercialmente. O objetivo é ser facilitadora para a criação de soluções de Internet das Coisas, por meio da disponibilização da tecnologia para seus clientes corporativos (empresas públicas e privadas)”, diz o Diretor de Inovação e Tecnologia da TIM Brasil, Silmar Palmeira. E acrescenta: “A TIM é uma empresa inovadora e estamos sempre em busca de parceiros que tenham o propósito de desenvolver soluções que vão impactar diretamente a vida de todos. A expansão da nossa rede 4G nos permite levar a tecnologia para mais lugares do Brasil, abrindo espaço para que instituições de ensino, como a UNIFEI, nos ajudem a sermos facilitadores do desenvolvimento deste mercado no país”.

Para Eduardo Ricotta, presidente da Ericsson no Brasil, “essa ação acontece na esteira de inovações que TIM e Ericsson vêm promovendo juntas em IoT – em março, nossas empresas lançaram a primeira rede comercial de NB-IoT da América Latina, também no sul de Minas. Além disso, reforça a importância de poder dispor de uma plataforma horizontal como o IoT Accelerator que permite a perfeita integração de diversos casos de uso e verticais, e facilita a gestão, integração e a rápida escalabilidade dos negócios em IoT para as operadoras”.

Focos de desenvolvimento

polo de iot em itajuba 300x180 Parceria transforma Itajubá em novo polo de Internet das CoisasSob supervisão da INOVAi, as startups – em conjunto com alunos de graduação e mestrado da UNIFEI e com empresas de base tecnológica como a Advanctech – trabalharão no desenvolvimento de diversos módulos NB-IoT. Na vertical Cidades Inteligentes & Utilidades, o foco está direcionado para desenvolvimento de soluções para medição de consumo de água com capacidade de telegestão e desligamento/religamento remoto; monitoramento de parâmetros elétricos em linha de média tensão 13.8k e baixa tensão; e Módulo Inteligente com capacidade de telegestão para Luminárias Públicas em conectores NEMA 3 (Fluorescentes Liga-Desliga) e NEMA 7 (LED dimmerizavel).

Na Vertical Segurança & Logística, os estudos são sobre rastreadores com GPS extra-low power com medição de Temperatura e Acelerômetro para aplicação na área de logística, segurança pessoal e automotiva. Medidores de grandezas elétricas para uso em subestações e paineis fotovoltaicos (tensão, corrente, frequência e potência) são o objetivo na Vertical Industrial. E, por fim, na Vertical Saúde, o projeto é direcionado a Holter para telemedicina (batimento cardíaco, oxímetro e respirômetro).

Para o Diretor de Inovação da INOVAi, Carlos Conti, “foi um grande prazer termos sido convidados para integrar esse projeto que traduz muito do nosso esforço voltado para acelerar o desenvolvimento. O potencial de IoT para conectar e criar representações digitais do mundo físico possibilita a transformação de modelos de negócios, habilita decisões baseadas em dados e otimizando o desempenho dos processos de negócios. Nosso papel é apoiar essas mudanças com a inovação e a velocidade necessárias”.

Geotecnologias na Indústria 4.0

Você já pode marcar na sua agenda: de 25 a 27 de junho acontecem em São Paulo (SP) os eventos MundoGEO Connect e DroneShow 2019, os maiores da América Latina e entre os cinco maiores do mundo no setor.

Alinhados às tendências globais e com foco na realidade regional, o tema geral do MundoGEO Connect e DroneShow em 2019 será “Geotecnologias e Drones na Indústria 4.0”.

Os conteúdos dos cursos, palestras e debates estão sendo formatados por um time de 32 curadores para atender as demandas de empresas, profissionais e usuários principalmente nos setores de Agricultura, Cidades Inteligentes, Governança Digital, Infraestrutura, Meio Ambiente, Recursos Naturais, Segurança e Defesa.

Dentre as tecnologias disruptivas que estarão em destaque, estão Big Data, Inteligência Artificial / Machine Learning, Internet das Coisas, Realidade Virtual e Aumentada, BIM, Tecnologia Autônoma, entre outras, tudo isso cada vez mais integrado às Geotecnologias (Mapeamento, Cadastro, Imagens de Satélites, Inteligência Geográfica, GIS).

Os sites do MundoGEO Connect e DroneShow 2019 apresentam o time de curadores que está ajudando a desenhar de forma inovadora os conteúdos dos eventos. Ainda este ano será divulgado o formato e prazos para submissão de trabalhos, as formas de participação de startups e a lista completa de cursos inéditos e atividades paralelas da feira.

Confira como foi a última edição dos eventos MundoGEO Connect e DroneShow:

Imagem: Pixabay