Pesquisa registrou o comportamento de veículos e motoristas durante um ano em Londres e arredores, totalizando 1 milhão de quilômetros

A Ford apresentou um estudo que mostra como o big data (análise de grande volume de dados, de diversos formatos e em alta velocidade) pode ajudar as cidades a identificar os locais mais sujeitos a futuros acidentes de trânsito e adotar medidas para preveni-los.

A pesquisa realizada pela Ford Smart Mobility registrou o comportamento de veículos e motoristas durante um ano em Londres e arredores, totalizando 1 milhão de quilômetros – veja o vídeo:

A empresa rastreou os veículos na cidade e coletou dados detalhados de direção, incluindo a frequência e intensidade das frenagens e acionamento das luzes de emergência para identificar os “quase acidentes”. Essa informação então foi cruzada com os registros de acidentes, o que permitiu a criação de um algoritmo para determinar a probabilidade de ocorrência de acidentes futuros.

CityDataScreen media 300x168 Ford mostra como o Big Data pode melhorar o trânsito no futuro“Acreditamos que esse estudo pode beneficiar milhões de pessoas. Mesmo pequenas mudanças podem fazer uma grande diferença – como podar uma árvore que atrapalha a visão de um sinal de trânsito – para melhorar o fluxo e a segurança viária”, diz Jon Scott, líder de projeto da City Data Solutions, da Ford Smart Mobility.

O relatório “Ford City Data Report” usou dados de 160 vans conectadas que rodaram mais de 15.000 dias na cidade, com o consentimento dos participantes. A frota percorreu mais de 1 milhão de quilômetros, o equivalente a 20 voltas ao redor da Terra, e gerou 500 milhões de apontamentos.

Cada veículo foi equipado com um dispositivo que registrava os dados da viagem e depois os enviava à nuvem para análise de especialistas. O relatório também investigou outras oportunidades, como se a programação das vans no início do dia, antes dos horários de pico, poderia beneficiar os usuários e os melhores pontos para recarga de veículos elétricos.

“Esse relatório é uma demonstração de como a Ford pode utilizar os dados de veículos conectados, da infraestrutura inteligente e recursos analíticos para resolver problemas coletivamente e tornar as cidades lugares melhores para se viver e trabalhar”, diz Sarah-Jayne Williams, diretora da Ford Smart Mobility na Ford Europa.

A Ford entende que qualquer solução baseada em dados depende da disposição dos motoristas em compartilhá-los, mas os consumidores se tornam mais abertos a apoiar essas iniciativas quando há um benefício claro. O relatório completo com animações, vídeos e entrevistas em inglês está disponível em citydatareport.fordmedia.eu.

Geo e Drones na Indústria 4.0

Você já pode marcar na sua agenda: de 25 a 27 de junho acontecem em São Paulo (SP) os eventos MundoGEO Connect e DroneShow 2019, os maiores da América Latina e entre os cinco maiores do mundo no setor. Alinhados às tendências globais e com foco na realidade regional, o tema geral do MundoGEO Connect e DroneShow em 2019 será “Drones e Geotecnologia na Indústria 4.0”.

Os conteúdos dos cursos, palestras e debates estão sendo formatados por um time de 32 curadores para atender as demandas de empresas, profissionais e usuários principalmente nos setores de Agricultura, Cidades Inteligentes, Governança Digital, Infraestrutura, Meio Ambiente, Recursos Naturais, Segurança e Defesa.

Dentre as tecnologias disruptivas que estarão em destaque, estão Big Data, Inteligência Artificial / Machine Learning, Internet das Coisas, Realidade Virtual e Aumentada, BIM, Tecnologia Autônoma, entre outras, tudo isso cada vez mais integrado às Geotecnologias (Mapeamento, Cadastro, Imagens de Satélites, Inteligência Geográfica, GIS).

Os sites do MundoGEO Connect e DroneShow 2019 apresentam o time de curadores que está ajudando a desenhar de forma inovadora os conteúdos dos eventos. Ainda este ano será divulgado o formato e prazos para submissão de trabalhos, as formas de participação de startups e a lista completa de cursos inéditos e atividades paralelas da feira. Confira um resumo de como foi a última edição: