Inscrições já estão abertas

A Universidade Veiga de Almeida (UVA) abre neste primeiro semestre de 2019 o primeiro curso de Tecnologia em Geoprocessamento no estado do Rio de Janeiro, no campus Tijuca na cidade do Rio de Janeiro.

O curso que possui uma carga horária de 2.400 horas e terá duração de 3 anos (6 períodos no total).

curso de Tecnologia em Geoprocessamento 300x150 Universidade abre curso de Tecnologia em Geoprocessamento no Rio de JaneiroO objetivo do curso é preparar um profissional Tecnólogo em Geoprocessamento para aplicar conhecimentos geográficos, cartográficos e tecnológicos para potencializar a inteligência espacial, para criar soluções voltada para a tomada de decisões no espaço geográfico, seja no âmbito governamental ou da iniciativa privada.

O curso terá como base disciplinas do curso de Ciência da Computação e Geografia, para preparar um profissional que possa pensar geograficamente essa tecnologia espacial, programando com linguagens voltada tanto para internet, softwares de Sistemas de Informações Geográficas, assim como dispositivos móveis, além do conhecimento voltado para estruturação de banco de dados convencionais e espaciais.

O público alvo para este curso são os profissionais interdisciplinares que desenvolvam e utilizem-se de aplicações de geoprocessamento, assim como, egressos com formação superior em Ciência da Computação, Sistemas de Informação, Geografia, Turismo, Economia, Agronomia, Florestal, Arquitetura e Administração e áreas afins.

Ao final do curso, este profissional estará apto para desempenhar funções geotecnológicas e de gerenciamento em setores públicos e privados, envolvendo elaboração de cadastro multifinalitário, gerenciamento de sistemas de abastecimento de água, telefonia, energia, transportes, saúde, educação, recursos hídricos e outros; Coletar, tratar e analisar dados espaciais, produzir mapas, laudos e memoriais, a partir de softwares de Sistemas de Informações Geográficas (SIG); aplicações em SIG para planejamento e gestão urbana, planejamento e execução de projetos voltados ao estudo dos impactos ambientais; Assessorar empresas privadas e públicas na elaboração e gerenciamento de Cadastros Rurais e Urbanos; Projetos Socioambientais; Cartografia Urbana; Locação de pontos ou áreas por coordenadas geográficas; Interpretação de fotografias aéreas e imagens de satélite; Apoio geotecnológico aos estudos e pesquisas geomorfológicas; Levantamento do potencial turístico; Projetos e serviços de turismo ecológico (identificação de trilhas).

Para mais informações, segue a página do curso: www.uva.br/content/tecnologia-em-geoprocessamento.

Geo e Drones na Indústria 4.0

Você já pode marcar na sua agenda: de 25 a 27 de junho acontecem em São Paulo (SP) os eventos MundoGEO Connect e DroneShow 2019, os maiores da América Latina e entre os cinco maiores do mundo no setor. Alinhados às tendências globais e com foco na realidade regional, o tema geral dos eventos este ano será “Geotecnologia e Drones na Indústria 4.0”.

Instagram Imagem Post B2 300x300 Universidade abre curso de Tecnologia em Geoprocessamento no Rio de JaneiroOs conteúdos dos cursos, palestras e debates estão sendo formatados por um time de curadores para atender as demandas de empresas, profissionais e usuários principalmente nos setores de Agricultura, Cidades Inteligentes, Governança Digital, Infraestrutura, Meio Ambiente, Recursos Naturais, Segurança e Defesa.

Dentre as tecnologias disruptivas que estarão em destaque, estão Big Data, Inteligência Artificial / Machine Learning, Internet das Coisas, Realidade Virtual e Aumentada, BIM, Tecnologia Autônoma, entre outras, tudo isso cada vez mais integrado às Geotecnologias (Mapeamento, Cadastro, Imagens de Satélites, Inteligência Geográfica, GIS).

Veja a programação completa de cursos e seminários e garanta sua vaga! Confira um resumo de como foi a última edição dos eventos MundoGEO Connect e DroneShow:

Imagem: Pixabay