Plano permite atuação proativa na defesa, conservação e restauração da vegetação nativa por meio de definição de áreas e ações prioritárias

O bioma Mata Atlântica foi protegido por lei específica (Lei 11.428/2006), que dispõe sobre a utilização e proteção da sua vegetação nativa. O art. 38 da referida lei instituiu o Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica (PMMA), abrindo a possibilidade de os municípios, cujo território está total ou parcialmente nela inserido, atuarem proativamente na defesa, conservação e restauração da vegetação nativa da Mata Atlântica, por meio de definição de áreas e ações prioritárias.

O Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis – IPUF e a Fundação Municipal do Meio Ambiente – FLORAM através do uso do Sensoriamento Remoto com análise do Índice de Vegetação por Diferença Normalizada – NDVI, estimam que a vegetação ocupe cerca de 60% do território municipal.

No mês de Abril ocorrerão as oficinas públicas participativas:

Norte da Ilha
Data: 11/04/2019 – 19:00h
Local: ACADEPOL – Rod. Tertuliano Brito Xavier, 209 – Canasvieiras

Sul da Ilha
Data: 16/04/2019 – 19:00h
Local: Centro Comunitário Fazenda do Rio Tavares – SC-405, próximo ao TIRIO

Centro
Data: 23/04/2019 – 19:00h
Local: Auditório do Instituto Federal de Santa Catarina – IFSC – Av. Mauro Ramos, 950 – Centro

Florianópolis elabora plano de conservação e recuperação da Mata Atlântica 600x390 Florianópolis elabora plano de conservação e recuperação da Mata Atlântica

Mais informações no site www.pmf.sc.gov.br/sistemas/pmma

Geo e Drones na Indústria 4.0

Você já pode marcar na sua agenda: de 25 a 27 de junho acontecem em São Paulo (SP) os eventos MundoGEO Connect e DroneShow 2019, os maiores da América Latina e entre os cinco maiores do mundo no setor. Alinhados às tendências globais e com foco na realidade regional, o tema geral dos eventos este ano será “Geotecnologia e Drones na Indústria 4.0”, com previsão de 4 mil participantes, 30 atividades e mais de 230 horas de conteúdo.

Instagram Imagem Post B1 300x300 Florianópolis elabora plano de conservação e recuperação da Mata AtlânticaOs conteúdos dos cursos, palestras e debates estão sendo formatados por um time de curadores para atender as demandas de empresas, profissionais e usuários principalmente nos setores de Agricultura, Cidades Inteligentes, Governança Digital, Infraestrutura, Meio Ambiente, Recursos Naturais, Segurança e Defesa.

Dentre as tecnologias disruptivas que estarão em destaque, estão Big Data, Inteligência Artificial / Machine Learning, Internet das Coisas, Realidade Virtual e Aumentada, BIM, Tecnologia Autônoma, entre outras, tudo isso cada vez mais integrado às Geotecnologias (Mapeamento, Cadastro, Imagens de Satélites, Inteligência Geográfica, GIS).

Perfil dos expositores da feira: prestadores de serviços de aerolevantamentos, mapeamento e cadastro; desenvolvedores de sistemas de análise espacial; provedores de imagens de satélites; fabricantes e importadores de drones; fabricantes de sensores e tecnologias embarcada; distribuidores de softwares, plataformas de processamento e análise de dados; agências reguladoras e órgão governamentais; empresas de consultoria e treinamento; distribuidores de equipamentos de geomática; empresas de mapeamento móvel, entre outras.

Veja a programação completa de cursos e seminários e garanta sua vaga! Confira um resumo de como foi a última edição dos eventos MundoGEO Connect e DroneShow: