Revisão na listagem dos municípios que integram os recortes territoriais brasileiros mostra a criação de uma nova aglomeração urbana em São Paulo

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizou mais uma atualização na lista dos municípios que compõem as regiões metropolitanas (RMs), regiões integradas de desenvolvimento (RIDEs) e aglomerações urbanas definidas pelos Estados e pela União.

Desde 2013, o IBGE atualiza semestralmente a composição das diferentes RMs, RIDEs e Aglomerações Urbanas do país. As novas informações, referentes ao semestre terminado em 31 de dezembro de 2018, podem ser acessadas nesta página.

Revisão mostra a criação de uma nova aglomeração urbana no estado de São Paulo

franca sao paulo 300x163 IBGE atualiza municípios que integram recortes territoriais brasileirosA revisão atual do IBGE mostra a criação da Aglomeração Urbana de Franca, no estado de São Paulo, composta por 19 municípios: Aramina, Buritizal, Cristais Paulista, Franca, Guaíra, Guará, Igarapava, Ipuã, Itirapuã, Ituverava, Jeriquara, Miguelópolis, Patrocínio Paulista, Pedregulho, Restinga, Ribeirão Corrente, Rifaina, São Joaquim da Barra e São José da Bela Vista.

A Aglomeração Urbana de Franca, criada pela Lei Complementar nº 1.323, de 22 de maio de 2018, é a terceira do estado de São Paulo, que já contava com as aglomerações de Jundiaí e Piracicaba. Existem atualmente, no país, cinco aglomerações urbanas, sendo três no estado de São Paulo e duas no Rio Grande do Sul.

Não houve alterações nas regiões integradas de desenvolvimento (RIDEs) brasileiras, nem nas Regiões Metropolitanas dos estados brasileiros. Ao todo, há 74 regiões metropolitanas atualmente no Brasil, sendo que o estado com maior número de RMs é a Paraíba (12), seguido por Santa Catarina (11), Alagoas (9) e Paraná (8).

As regiões metropolitanas e aglomerações urbanas são recortes instituídos por lei complementar estadual, de acordo com a determinação da Constituição Federal de 1988, visando integrar a organização, o planejamento e a execução de funções públicas de interesse comum. É competência dos estados a definição das regiões metropolitanas e aglomerações urbanas, segundo o parágrafo 3° do Artigo 25 da Constituição Federal.

As Regiões Integradas de Desenvolvimento (RIDEs) são definidas como regiões administrativas que abrangem diferentes unidades da federação. As RIDEs são criadas por legislação específica, que elenca os municípios que as compõem e define a estrutura de funcionamento e os interesses das unidades político-administrativas participantes. A competência de criar as RIDEs é da União, segundo o parágrafo 1° do Artigo 43 da Constituição Federal.

O Semiárido brasileiro é uma região que, devido às condições climáticas, recebe tratamento específico. Conforme Resolução Nº 115, de 23 de novembro de 2017, da Sudene, a região é composta por 1.262 municípios, sendo que os estados com maior número deles na região semiárida são Bahia (278), Paraíba (194), Piauí (185), Ceará (175), Rio Grande do Norte (147) e Pernambuco (123).

Integram, ainda, a região semiárida os municípios nordestinos dos estados do Maranhão, Alagoas e Sergipe. O único estado que não está na Região Nordeste e possui municípios no Semiárido é Minas Gerais, com 91 municípios.

IBGE confirmado no MundoGEO Connect 2019

IBGE NO MUNDOGEOCONNECT 400x267 IBGE atualiza municípios que integram recortes territoriais brasileirosO IBGE confirmou o patrocínio aos eventos MundoGEO Connect e DroneShow 2019, que acontecem de 25 a 27 de junho no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo (SP).

O IBGE se constitui no principal provedor de dados e informações do País, que atendem às necessidades dos mais diversos segmentos da sociedade civil, bem como dos órgãos das esferas governamentais federal, estadual e municipal.

O IBGE oferece uma visão completa e atual do País, através do desempenho de suas principais funções:
• Produção e análise de informações estatísticas
• Coordenação e consolidação das informações estatísticas
• Produção e análise de informações geográficas
• Coordenação e consolidação das informações geográficas
• Estruturação e implantação de um sistema da informações ambientais
• Documentação e disseminação de informações
• Coordenação dos sistemas estatístico e cartográfico nacionais

O apoio do IBGE ao MundoGEO Connect e DroneShow só comprova a confiança dos expositores no potencial do mercado e no sucesso do evento, que é o maior da América Latina no setor de Geotecnologias.

Confira o vídeo oficial com os destaques da última edição do evento:

Imagem: Franca (SP) – Wikipedia