Ao visualizar seus projetos em 3D, antes de serem construídos, a Prefeitura de Paris prevê uma redução de erros, maior clareza e colaboração com a equipe vencedora e uma oportunidade de envolver o público no processo

Em um evento realizado recentemente na Prefeitura de Paris, Gustafson Porter + Bowman foi nomeado o vencedor de uma competição para reconstruir os arredores da Torre Eiffel – área que inclui os Jardins do Trocadéro e Champ de Mars, assim como a Torre e sua esplanada.

O anúncio foi feito pela prefeita de Paris, Anne Hidalgo, juntamente com Jean-Louis Missika e Jean-François Martins, vice-prefeitos de Paris.

No ano passado, a Autodesk anunciou uma parceria com a Prefeitura de Paris para usar a metodologia BIM (Building Information Modeling) para criar um modelo 3D da área de 2,4 quilômetros quadrados nos arredores da Torre. O modelo foi revelado em maio de 2018, juntamente com os nomes das quatro equipes selecionadas para competir para redesenhar a área: Gustafson Porter + Bowman e BIM Services; AL_A e Quatorze-ig; Agence ter e Arcadis; e KOZ Architectes.

A Autodesk colaborou com as equipes durante o último ano para ajudá-las na viabilização de seus projetos, dando acesso a uma versão simplificada do modelo 3D no Autodesk Infraworks para que fosse utilizado durante os diferentes estágios do processo. A empresa também realizou workshops para ajudar as equipes a colaborar internamente e entender os desafios existentes, bem como definir os métodos de trabalho para a integração dos modelos.

torre eiffel em formato bim 300x168 Paris anuncia recriação da paisagem da Torre Eiffel usando BIMTodos os quatro projetos foram revelados nesta semana, como experiências imersivas. Ao visualizar seus projetos em 3D, antes de serem construídos, a Prefeitura de Paris prevê uma redução de erros, maior clareza e colaboração com a equipe vencedora e uma oportunidade de envolver o público no processo. Os modelos também foram considerados pelo júri durante a análise final para entender melhor as quatro propostas, realizadas em um formato comum, e para experimentar as mudanças no local, colocando-se no papel de um futuro visitante.

A renovação da área da Torre Eiffel está prevista para ser concluída em tempo dos Jogos Olímpicos de Verão de 2024 e antes de outros grandes eventos que acontecerão na região, como a Exposição Universal 2025 e a Taça do Mundo de Rugby 2026. A reforma não é apenas estética, no entanto. Esta revitalização ajudará Paris a enfrentar desafios crescentes relacionados à energia, áreas verdes, redes de abastecimento, mobilidade, logística, gerenciamento de resíduos, segurança e inundações.

Agora que a equipe vencedora foi revelada, o público é convidado a compartilhar sua opinião sobre o design. Todos os quatro projetos estarão em exibição no Pavillon de l’Arsenal em uma exposição de um mês. A equipe vencedora considerará a opinião da população e implementará mudanças com base nas necessidades do projeto. Uma vez finalizado, ele passará por análises, simulações e aprovações oficiais necessárias, com o objetivo de garantir a licença de construção até o início de 2020, quando a revitalização poderá começar.

Confira os quatro projetos

Gustafson Porter + Bowman:

Amanda Levete Architects:

KOZ Architectes

Agence Ter

Confira o vídeo do processo do modelo 3D:

Geo e Drones na Indústria 4.0

Marque na sua agenda: de 25 a 27 de junho acontecem em São Paulo (SP) os eventos MundoGEO Connect e DroneShow 2019, os maiores da América Latina e entre os cinco maiores do mundo no setor.

Alinhados às tendências globais e com foco na realidade regional, o tema geral dos eventos este ano será “Geotecnologia e Drones na Indústria 4.0”, com previsão de 4 mil participantes, 30 atividades e mais de 230 horas de conteúdo.

Instagram Imagem Post B3 300x300 Paris anuncia recriação da paisagem da Torre Eiffel usando BIMOs conteúdos dos cursos, palestras e debates foram formatados por um time de curadores para atender as demandas de empresas, profissionais e usuários principalmente nos setores de Agricultura, Cidades Inteligentes, Governança Digital, Infraestrutura, Meio Ambiente, Recursos Naturais, Segurança e Defesa.

Dentre as tecnologias disruptivas que estarão em destaque, estão Big Data, Inteligência Artificial / Machine Learning, Internet das Coisas, Realidade Virtual e Aumentada, BIM, Tecnologia Autônoma, entre outras, tudo isso cada vez mais integrado às Geotecnologias (Mapeamento, Cadastro, Imagens de Satélites, Inteligência Geográfica, GIS).

Perfil dos expositores da feira: prestadores de serviços de aerolevantamentos, mapeamento e cadastro; desenvolvedores de sistemas de análise espacial; provedores de imagens de satélites; fabricantes e importadores de drones; fabricantes de sensores e tecnologias embarcada; distribuidores de softwares, plataformas de processamento e análise de dados; agências reguladoras e órgão governamentais; empresas de consultoria e treinamento; distribuidores de equipamentos de geomática; empresas de mapeamento móvel, entre outras.

Veja a programação completa de cursos e seminários e garanta sua vaga! Confira um resumo de como foi a última edição dos eventos MundoGEO Connect e DroneShow:

Imagem: Divulgação