Energia

P&D – Pesquisa e Desenvolvimento no Setor de Energia

Por Marcos Cavalcanti | 21h52, 10 de Julho de 2010

Toda a empresa pública do setor elétrico por lei, investe parte do lucro em pesquisa e desenvolvimento. E isto é maravilhoso, porem o que geralmente ocorre é que os mesmo pesquisadores ou coordenadores destas pesquisas não são valorizados internamente por terem mestrado ou doutorado nas empresas que trabalham.

As políticas de Recursos Humanos são cegas quanto a formação de doutores e mestrandos em seu quadro de trabalho, não os remunerando condicionalmente por terem se esforçados  e elevado a qualidade da empresa que trabalham.

Quando a questão ambiental começou a despontar, especialistas das mais diversas áreas começaram a trabalhar e como o meio ambiente é propício a questionamentos que levam a pesquisa, os departamentos se tornaram um problema. Pois se tinha a questão colocada ou se pesquisa ou se trabalha. Qual é a função da empresa?  Trabalhar ou pesquisar? Estas questões ainda ficam mais confusas, quando se tem o projeto de pesquisa que tem por finalidade melhorar a empresa gerando melhoria nos resultados e lucros.

As pesquisas são necessárias e importantes, acho que o correto é designar um local específico nas empresas para desenvolvimento de pesquisas como o CENPES da Petrobrás. No setor elétrico tem o CEPEL, porem está desvinculado das pesquisas e desenvolvimento realizados ao meu ver pelas empresas do Setor.

Tenho certeza que o tema é polêmico e vai gerar vários questionamentos e observações, porem acredito que isso vai agregar mais conhecimento ao nosso blog, deixem o seu comentário…

Para saber +:

winkpédia – PESQUISA E DESENVOLVIMENTO

http://pt.wikipedia.org/wiki/Pesquisa_e_Desenvolvimento

ANEEL- Agencia Nacional de Energia

http://www.aneel.gov.br/

http://www.aneel.gov.br/area.cfm?idArea=75&idPerfil=6

CENPES – Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello

http://www2.petrobras.com.br/portal/frame.asp?pagina=/tecnologia2/port/centro_pesquisasdapetrobrasapresentacao.asp

CEPEL – Centro de Pesquisas de Energia Elétrica

http://www.cepel.br/

share save 171 16 P&D   Pesquisa e Desenvolvimento no Setor de Energia

ANEEL – RESOLUÇÃO 367 / 395 E 398

Por Marcos Cavalcanti | 13h31, 03 de Junho de 2010

A ANELL através de suas resoluções 367 – MCPSE, 395 – PRODIST e 398 – Campo Eletromagnético, acaba de mudar consideravelmente a questão com relação ao georreferenciamento no setor elétrico, se entendi bem até Dezembro de 2011 teremos que ter todos os patrimonios das empresas georreferenciados.

Isso não quer dizer que teremos todas as empresas com seus Sistemas de Informações Geográficas -SIGs em formatos de mapas, pois serão aceitos dados georreferenciados de estruturas com ERP – Enterprise Resource Planning.

A empresa Imagem estará realizando um WEBSEMINAR dia 10 de Junho de 2010 as 15 horas para divulgar as resoluções, alem de ter enviado uma pesquisa para várias empresas, para identificar como anda a implementação das resoluções no setor.

As inscrições do WEBSEMINAR podem ser feitas pelo Link – http://www.img.com.br/utilities/emkt/inscricao.html

Para saber+ :

ANEEL – Agencia Nacional de Energia Elétrica

http://www.aneel.gov.br/

Resolução 367/09 – http://www.aneel.gov.br/cedoc/ren2009367.pdf

Resolução 395/09 – http://www.aneel.gov.br/cedoc/ren2009395.pdf

Resolução 398/10 – http://www.abdir.com.br/legislacao/legislacao_abdir_31_3_10_3.pdf

share save 171 16 ANEEL   RESOLUÇÃO 367 / 395 E 398

BRASÍLIA II – 50 ANOS

Por Marcos Cavalcanti | 10h00, 22 de Abril de 2010

Conheci a cidade Brasília com menos de 15 anos de idade, lembro-me do barro vermelho característico e que diziam que Brasília não havia sinal de transito, lembro também das chuvas que entrava-mos e saímos delas na mesma curva da estrada.

Voltei lá duas vezes para trabalhos e para o I Encontro Nacional sobre Geoprocessamento no Setor Elétrico da ANEEL, a cidade mudou, cresceu, ganhou a ponte atirantada. Brasília fica sendo um excelente material para geoprocessamento, lembro que um dos exemplos de imagem Landsat 5 no SPRING do INPE era a Capital Federal.

Outro fato importante é que o lago paranoá foi idealizado para geração de energia elétrica e hoje representa apenas 2% da energia consumida por Brasília, ou seja os outros 98% são obtidos de outras represas ou fontes de energia. 

Deixe o seu comentário ou experiência de trabalhos realizados em Brasília…

Para saber + :

WINKIMAPIA – BRASÍLIA

http://wikimapia.org/#lat=-15.7796994&lon=-47.9100037&z=11&l=9&m=b

WINKIMAPIA – BARRAGEM LAGO PARANOÁ

http://wikimapia.org/1792831/pt/Barragem-do-Lago-Parano%C3%A1 

WINKPEDIA – BRASÍLIA

http://pt.wikipedia.org/wiki/Bras%C3%ADlia

WINKPEDIA – LAGO PARANOÁ

http://pt.wikipedia.org/wiki/Lago_Parano%C3%A1

share save 171 16 BRASÍLIA II   50 ANOS
  • Marcos Cavalcanti
    @marcanti
    Marcos José é Arquiteto com Pós-Graduação em Análise e Avaliação Ambiental pela PUC-RIO e Gestão Integrada do Patrimônio Cultural pela UFPE/UNESCO e Extenção em Geoprocessamento na PUC-MINAS VIRTUAL.Atualmente faz Pós-Graduação em Fotografia e Imagem pela UCAM / IUPERJ;

    Marcos José é Arquiteto com Pós-Graduação em Análise e Avaliação Ambiental pela PUC-RIO e Gestão Integrada do Patrimônio Cultural pela UFPE/UNESCO e Extenção em Geoprocessamento na PUC-MINAS VIRTUAL.Atualmente faz Pós-Graduação em Fotografia e Imagem pela UCAM / IUPERJ;

  •