BRASÍLIA | Energia

Energia

BRASÍLIA II – 50 ANOS

Por Marcos Cavalcanti | 10h00, 22 de Abril de 2010

Conheci a cidade Brasília com menos de 15 anos de idade, lembro-me do barro vermelho característico e que diziam que Brasília não havia sinal de transito, lembro também das chuvas que entrava-mos e saímos delas na mesma curva da estrada.

Voltei lá duas vezes para trabalhos e para o I Encontro Nacional sobre Geoprocessamento no Setor Elétrico da ANEEL, a cidade mudou, cresceu, ganhou a ponte atirantada. Brasília fica sendo um excelente material para geoprocessamento, lembro que um dos exemplos de imagem Landsat 5 no SPRING do INPE era a Capital Federal.

Outro fato importante é que o lago paranoá foi idealizado para geração de energia elétrica e hoje representa apenas 2% da energia consumida por Brasília, ou seja os outros 98% são obtidos de outras represas ou fontes de energia. 

Deixe o seu comentário ou experiência de trabalhos realizados em Brasília…

Para saber + :

WINKIMAPIA – BRASÍLIA

http://wikimapia.org/#lat=-15.7796994&lon=-47.9100037&z=11&l=9&m=b

WINKIMAPIA – BARRAGEM LAGO PARANOÁ

http://wikimapia.org/1792831/pt/Barragem-do-Lago-Parano%C3%A1 

WINKPEDIA – BRASÍLIA

http://pt.wikipedia.org/wiki/Bras%C3%ADlia

WINKPEDIA – LAGO PARANOÁ

http://pt.wikipedia.org/wiki/Lago_Parano%C3%A1

share save 171 16 BRASÍLIA II   50 ANOS

BRASÍLIA – 50 ANOS

Por Marcos Cavalcanti | 9h39, 20 de Abril de 2010

Brasília faz 50 anos como Capital do Brasil, ontem fui convidado para o Lançamento do Livro Veredas de Brasília : as expedições geográficas em busca de um sonho, publicado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, a cerimônia foi no Rio de Janeiro com apresentações dos autores.

Pelo conteúdo das apresentações a compra do livro é altamente recomendável para quem pretende estudar ou obter aspectos da criação da nova capital, a escolha do local e todas as condições politicas e administrativas estão presentes na publicação.

O lado cartográfico na construção de Brasília, no livro não ficou de fora, pois todo o trabalho da construção foi realizado com Aerofotogrametria e estudo do uso de solo por uma empresa americana. Aspectos da escolha da nova Capital ficam claros que quando Juscelino assumiu, a escolha do local, as desapropriação das terras e mapeamento já estavam realizados, facilitando todo o trabalho. O livro me parece revelador por estes e outros assuntos relevantes levantados. Boa Leitura…

IBGE

http://www.ibge.gov.br/lojavirtual

http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/noticia_impressao.php?id_noticia=1595

share save 171 16 BRASÍLIA   50 ANOS
  • Marcos Cavalcanti
    @marcanti
    Marcos José é Arquiteto com Pós-Graduação em Análise e Avaliação Ambiental pela PUC-RIO e Gestão Integrada do Patrimônio Cultural pela UFPE/UNESCO e Extenção em Geoprocessamento na PUC-MINAS VIRTUAL.Atualmente faz Pós-Graduação em Fotografia e Imagem pela UCAM / IUPERJ;

    Marcos José é Arquiteto com Pós-Graduação em Análise e Avaliação Ambiental pela PUC-RIO e Gestão Integrada do Patrimônio Cultural pela UFPE/UNESCO e Extenção em Geoprocessamento na PUC-MINAS VIRTUAL.Atualmente faz Pós-Graduação em Fotografia e Imagem pela UCAM / IUPERJ;

  •