Esta semana aconteceu uma reunião para a apresentação pública e debate sobre a implantação do curso de graduação em engenharia de agrimensura e cartográfica na Universidade Federal da Bahia (UFBA).

A proposta desse curso teve origem no Departamento de Transportes da Escola Politécnica da UFBA, com o objetivo de criar um curso de engenharia de agrimensura e cartográfica, com 45 vagas anuais, no turno noturno e aos sábados, com integralização curricular de aproximadamente quatro mil horas em dez semestres.

O curso pretende formar profissionais capacitados nas seguintes áreas do conhecimento: geodésia, topografia, fotogrametria, cartografia, astronomia de posição, sensoriamento remoto, cadastro territorial, sistemas de informações geográficas, geoprocessamento, georreferenciamento, bem como outras áreas afins e correlatas.

Mais informações em www.geodesia.ufba.br.

Outro curso similar em fase de implantação é o da Universidade Federal de Viçosa, em MInas Gerais.

Em 2008 estive em um congresso de agrimensura no qual um palestrante afirmou que, devido à abrangência das grades curriculares, é possível criar dois cursos de engenharia cartográfica bastante distintos, ou então criar dois cursos, de engenharia de agrimensura e cartográfica, idênticos.

Não sei se a informação procede, mas talvez essa seja a grande oportunidade dos cartógrafos e agrimensores deixarem suas diferenças de lado e unirem forças.

share save 171 16 Agrimensor + Cartógrafo na UFBA