mudanças | GeoDrops

GeoDrops

Semana Geo, Workshop Anac e Mudanças no Setor

Por Eduardo Freitas | 20h29, 19 de Setembro de 2013

E seguimos com a série de vídeos com os destaques da semana no setor de geotecnologia. Na última sexta-feira nós gravamos um vídeo com o balanço da Semana de Webinars MundoGEO, que aconteceu de 9 a 13 de setembro e reuniu 7.125 inscritos de quase 40 países.

As nações com maior número de participantes – além do Brasil, é óbvio – foram: Peru, Colômbia, Argentina, México, Portugal, Espanha, Equador, Bolívia, Chile, Venezuela, Uruguai, Paraguai, Costa Rica, Moçambique, Honduras, Angola, Estados Unidos, Guatemala, Alemanha, El Salvador, Itália, República Dominicana, França, Bulgária, Bélgica, Panamá, Romênia, Jamaica, Indonésia, Canadá, Belize, Nigéria, Nicarágua, Austrália e Gabão, entre outros.

Foi realmente uma “maratona” de seminários online, mas valeu a pena tanto pela quantidade de pessoas que conseguimos reunir ao longo da semana, como também pela qualidade das apresentações e também dos questionamentos feitos pelos participantes. Alguns arquivos (pdf e vídeo) já estão disponíveis no hotsite de cada webinar. E algumas empresas estão inovando, com a inclusão também do histórico de todas as perguntas e respostas feitas durante e após cada evento.

Workshop Anac

E na semana anterior o destaque foi o Workshop sobre VANTs realizado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), no qual esteve presente meu colega Alexandre, que fez uma análise do que viu por lá:

E na mesma semana, o Emerson Granemann (diretor e publisher da MundoGEO) gravou este vídeo que inaugura a série “MundoGEO Café”, com sua opinião sobre o que deve mudar no setor de geotecnologia para que o mercado se desenvolva:

Lembrando que está aberta somente até essa sexta-feira (20 de setembro) uma pesquisa online na qual solicitamos que a própria comunidade indique quais são os temas estruturais e fundamentais para valorizar, fortalecer e proporcionar um crescimento sustentável do setor de geomática no Brasil.

O que você achou dos vídeos? Não esqueça de deixar um comentário e se inscrever no Canal MundoGEO para receber os vídeos em primeira mão!

share save 171 16 Semana Geo, Workshop Anac e Mudanças no Setor

Deixe o meio ambiente guiar o desenvolvimento

Por MundoGEO | 15h31, 01 de Setembro de 2010

 

Palestra bem recente de Johan Rockstrom, na qual ele dá um recado bem claro: vamos deixar o meio ambiente dirigir as ações para o nosso desenvolvimento.

 Um pouco longo (18min) mas vale a pena conferir.

share save 171 16 Deixe o meio ambiente guiar o desenvolvimento

Pesquisa propõe nova forma de interpretar o aquecimento global

Por MundoGEO | 15h28, 02 de Março de 2010

A Terra deveria estar entrando em um período de resfriamento, porém isso não vem acontecendo. Na verdade, esse fenômeno já deveria ter iniciado há uns 2 mil anos, porém o planeta insiste em continuar aquecido.

Um grupo de cientistas ingleses e alemães decidiu aprimorar o conhecimento científico sobre o clima. Financiado pelo Conselho de Meio Ambiente do Reino Unido e pela Fundação Alemã de Ciências, o estudo contou com a participação de cientistas das universidades de Southampton e Bristol, na Inglaterra, e Tuebingen, na Alemanha.

Ao invés de questionar os métodos de medição sobre os efeitos da ação humana sobre o clima, os cientistas decidiram avaliar o quadro de referência contra o qual o registro das temperaturas atuais está sendo comparado. Eles compararam o atual período interglacial com outro semelhante, ocorrido há 400 mil anos, conhecido como MIS-11 (Marine Isotope Stage 11).

Estudos anteriores usaram esta analogia para sugerir que o atual período interglacial deveria ter terminado entre 2,5 e 2 mil anos atrás, porém a Terra continua quente.

De acordo com a hipótese antropogênica, os impactos do desmatamento e das emissões de metano e dióxido de carbono estariam nos mantendo artificialmente nessas condições.

Agora, os pesquisadores usaram um novo registro de mais alta resolução dos níveis do mar, que reflete os volumes de gelo ao longo do globo. Eles descobriram que o atual período interglacial de fato já durou de 2 a 2,5 milênios a mais do que o previsto e, sob essa nova teoria, ainda não largamente aceita, os níveis do mar deverão se manter elevados ainda por outros 2 mil anos ou mais, mesmo na ausência de um aquecimento global causado pelos gases de efeito estufa.

Ou seja, indo na contra-mão de vários estudos que apontam a atividade humana como principal culpada do aquecimento global e das mudanças climáticas, os cientistas ingleses e alemães propõem que a atual "onda quente" é inteiramente enquadrável nas características normais do clima da Terra.

E agora? Quem está certo?

Com informações do Portal Inovação Tecnológica

share save 171 16 Pesquisa propõe nova forma de interpretar o aquecimento global
  • Eduardo Freitas
    @eduardo
    Diretor de Operações do MundoGEO. Engenheiro Cartógrafo, Técnico em Edificações, Especialização em Gestão Estratégica de EAD. Tradutor dos informativos GeoSur e OGC Iberoamérica. Nas horas vagas: pão caseiro, comida japonesa e meia-maratona

    Diretor de Operações do MundoGEO. Engenheiro Cartógrafo, Técnico em Edificações, Especialização em Gestão Estratégica de EAD. Tradutor dos informativos GeoSur e OGC Iberoamérica. Nas horas vagas: pão caseiro, comida japonesa e meia-maratona

  •