pag48 1 HyperlocalPor Rafael Siqueira

Diversas maneiras de publicar uma notícia têm sido utilizadas constantemente em uma era em que a internet é fundamental. Já vimos blogs de empresas, jornalistas e usuários, temos os históricos e atuais jornais, portais, o Twitter – que levou um tempo para se firmar de vez aqui no Brasil, mas que agora obteve um aumento de 96,8% de tráfego somente no mês de março – e mais uma tendência estará chegando para incrementar o fluxo de notícias.

“Hyperlocal” é um novo modo de transmitir notícias, curiosidades e informações relevantes, para um público específico. Saber o que acontece em seu bairro tem atraído pessoas que antes precisavam se locomover para ir atrás do que queriam. Sites americanos como EveryBlock (www.everyblock.com), Outside.in (www.outside.in), Placeblogger (www.placeblogger.com) e Patch (www.patch.com) estão fazendo sucesso, pois divulgam informações que geralmente os jornais de grande porte não divulgariam, como o que está acontecendo ao seu redor, guia de restaurantes inspecionados, shoppings, imóveis à venda, obituários, além de links de artigos com notícias interessantes.

Um jeito diferente de disseminar uma informação relevante para um público específico: no EveryBlock você pode selecionar uma cidade, digitar seu endereço e logo em seguida ver tudo o que acontece perto de você. Notícias em tópicos ajudam o usuário a visualizar melhor o conteúdo, e ainda possui uma ferramenta que explora a sua cidade. No Outside.in os lugares são divididos em categorias como shoppings, restaurantes, cultura, educação, bares e espaços públicos. Ao digitar o endereço, logo aparecerem as notícias relacionadas ao lugar que você digitou.

O Placeblogger e o Patch são os mais interativos. As pessoas estão em diferentes lugares, por isso é importante ter esses sites que postem assuntos relevantes aos diversos públicos localizados em cada região. O Placeblogger traz um mecanismo de RSS que ajuda você a localizar blogs em função da sua localização, o que proporciona uma pesquisa mais restrita. O Patch traz informações a respeito de crimes no seu bairro, obituários, teatros, músicas, ações governamentais na região e notícias. Para cada lugar procurado, o endereço aparece em um mapa que mostra a distância que será percorrida.  Cada um com sua peculiaridade, mas todos com grande atuação no mais novo mercado de notícias.

Há tempos empresas têm tentado evoluir essa ideia para atrair anunciantes, mas o crescimento das notícias personalizadas se deu há poucos anos. A transição entre as notícias de antigamente e as de agora abre portas para novos caminhos de divulgação, mas assim como uma mídia tradicional é necessário que haja receitas suficientes para manter um site no ar. Um ponto negativo é o fato do site ser destinado a um número pequeno de pessoas, e com isso o acesso às notícias também diminui, o que causa a escassez de anunciantes. Para isso é necessário que exista um fluxo maior de leitores.

Apesar do difícil acesso às grandes publicidades, pequenas empresas têm investido fortemente nesse segmento. Por ser em site, visto por poucas pessoas (comparado a jornais), empresas de cada bairro buscam esse tipo de exposição, pois o retorno é grande. Lojas de roupas, sapatos, funilarias e até padarias colocam sua propaganda, chamando a atenção dos usuários de sua região. Com recursos ilimitados e em constante transformação, os sites podem ser pesquisados também pelos celulares. Um celular que possui GPS, por exemplo, pode ajudar o leitor a encontrar artigos que estão nas localizações determinadas.

Com tanta tecnologia e inovação, é possível gerar dúvidas a respeito da continuidade dos jornais tradicionais. O novo gerador de notícias às vezes possui uma ou outra informação incompleta. O intuito é fornecer subsídios que um jornal grande não conseguiria captar, e chamar a atenção do público interessado com o que ocorre ao seu redor, mas a credibilidade sempre será um ponto a mais para as mídias impressas não desaparecerem.

pag48 rafael HyperlocalRafael Siqueira
Formado em engenharia mecatrônica pela Poli/USP
CTO do Apontador MapLink (http://www.apontador.com.br / www.maplink.com.br)
rafael.siqueira@lbslocal.com