Como parte das ações de estabelecimento da Infraestrutura de Dados Espaciais do Estado da Bahia (IDE-Bahia), foi lançado no dia 16 de dezembro o Geoportal Bahia, ferramenta que viabiliza a busca e acesso a dados (e seus metadados), serviços e aplicações geoespaciais produzida pela administração pública estadual.

O lançamento ocorreu durante a terceira edição do Encontro de Produtores e Usuários de Informações Geoespaciais do Estado (Geopública), que reuniu profissionais e gestores para discutir os avanços e os próximos passos da IDE-Bahia, no Auditório Afonso Garcia Tinoco – Ministério Público do Estado da Bahia. “O Geoportal é apenas a primeira etapa desse grande projeto. Esse é um momento muito importante para a comunidade técnica e a sociedade, pois teremos a integração de um grande conjunto dados e informaçoes em um único ponto de acesso.”, avaliou Claudio Pelosi, Diretor de Informações Geoambientais da SEI e integrante da Comisão Estadual de Cartografia (CECAR) e do Grupo Temático de Informações Geoespaciais (GTIGeo).

O Geopública 2014 também contou com palestras de Clodoveu Davis Jr. (UFMG), Rejane Coutinho (GTIGeo/PRODEB), Murilo Oliveira (Santiago & Cintra Consultoria, responsável pela execução da IDE-Bahia), Omar Antônio Lunardi (OAL Geoinformática), Carlos Toledo (AMS Kepler) e Fabíola Andrade (GTIGeo/INEMA). As apresentações abordaram, entre outros temas, a importância de uma Infraestrutura de dados espaciais. Na primeira apresentação Clodoveu Davis apresentou os conceitos de uma IDE de forma bastante didática e no encerramento trouxe exemplos de aplicações e usos da IDE para a administração pública.  Fabíola Andrade, que fez uma apresentação sobre os desafios da IDE-Bahia, exemplificou os próximos passos da IDE baiana: “Após ter lançado essa primeira etapa, o Geoportal, o próximo passo é preencher a IDE- Bahia com informações de qualidade”.

Geoportal Bahia Geoportal Bahia é lançado com dados geoespaciais do estado

Novo Geoportal Bahia permite o acesso a dados, serviços e aplicações geoespaciais

Histórico

Em sua primeira edição em 2012, o Geopública contou com palestras de órgãos e entidades da administração pública estadual, Diretoria do Serviço Geográfico do Exército – DSG, da academia, IBGE, fornecedores de insumos e serviços da área de Geotecnologias, e participação de outros convidados.

Seu objetivo principal foi difundir as ações de produção, utilização e disseminação de informações geoespaciais no estado, tendo sido discutidas e estabelecidas perspectivas junto aos diversos níveis da administração, para o fortalecimento do uso de geotecnologias como ferramenta de gestão pública. Em 2013 o evento aconteceu em um único dia, e contou com um total de 224 inscrições, reunindo 24 instituições da administração pública, estadual e federal, 7 empresas do ramo, além de estudantes e professores da UEFS, Ruy Barbosa, UFBA, UCSAL, IFBA e UNEB. A terceira edição contou com 232 inscritos, entre empresas, profissionais da área, estudantes e professores.

Os interessados em maiores informações podem entrar em contato com a equipe de gestão do Geoportal Bahia, ou com a Santiago & Cintra Consultoria.