VANTs, Geotecnologias e Cidades Inteligentes: durante 4 dias esta foi a tônica de um encontro em Senhor do Bonfim, no interior da Bahia. Veja os destaques do evento e saiba mais sobre o IFBaiano – Campus Senhor do Bonfim

O GeoBonfim 2017 – cujo tema foi VANTs, Geotecnologias e Cidades Inteligentes – aconteceu de 23 a 26 de maio com realização do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano – Campus Senhor do Bonfim, organizado pelo grupo de pesquisa Labgeo – Laboratório em Geotecnologias (CNPQ) -, sob a coordenação geral do Professor Dr. Vandemberg Salvador.

O objetivo do evento foi reunir professores, pesquisadores, instituições de ensino, pesquisa e extensão, gestores estaduais e municipais, empresários e a sociedade civil organizada da região para discutir a gestão inteligente das cidades e as tendências em VANTs e Geotecnologias. Os eixos temáticos foram: Mapeamento com VANT, SIG e Cidades Inteligentes, Cadastro Técnico Multifinalitário e Georreferenciamento de Imóveis Urbanos e Rurais.

“O que nos move a empreender essas atividades, em pleno sertão da Bahia, é – em certa medida – acreditar naquilo que Kant escreveu ‘O homem nada mais é do que aquilo que a educação faz dele’”, comenta o Prof. Dr. Vandemberg. “Portanto, para nós criar as condições necessárias para possibilitar às pessoas desenvolver as suas potencialidades e a capacidade de ver o mundo de uma forma diferente, é – fundamentalmente, a principal missão da educação”, conclui.

Por dentro o IFBaiano – Campus Senhor do Bonfim

ifbaiano bonfim laboratorio geo 300x168 Conheça por dentro o IFBaiano   Campus Senhor do BonfimA convite da organização do evento, a revista e portal MundoGEO participou com uma palestra no Geobonfim e ainda pôde fazer um “tour” guiado pelas instalações do Campus.

Os laboratórios voltados a Geotecnologia são usados por alunos do Curso Técnico em Agrimensura, Técnico em Agropecuária e Licenciatura em Ciências Agrárias.

Recentemente foram adquiridos receptores RTK e estações totais, e o Campus conta ainda com um sistema GPS para ser embarcado em trator, para Agricultura de Precisão, além de vários teodolitos e níveis, para que os alunos possam aprender na prática. Nas disciplinas de SIG, são usados os softwares ArcGIS e também o QGIS. Nas atividades de PDI, são usados QGIS, Springe, entre outros.

Somente três professores dão conta de toda a área de Geotecnologia. A estrutura é semelhante em outros campi, mas o de Senhor do Bonfim é considerado o que tem melhor estrutura e maior número de equipamentos.

Com maior concorrência e fama dos alunos “sairem empregados”, no curso técnico de Agrimensura ingressam 30 alunos por turma, sendo o curso de um ano e meio, com média de 15 a 16 que terminam no tempo determinado. Os estágios geralmente são feitos nas mineradoras da região, obras, loteamentos, etc. Além disso, muitos formandos estão criando suas próprias empresas, prestando serviços e oferecendo cursos, já que na grade existe uma disciplina de empreendedorismo.

As pesquisas (ver abaixo) ficam a cargo do Prof. Dr. Vandemberg e muitas delas acabam se tornando trabalhos de conclusão de curso, sendo que muitos alunos contam com bolsa de iniciação científica.

Pesquisa no IFBaiano – Campus Senhor do Bonfim

ifbaiano bonfim posters 212x300 Conheça por dentro o IFBaiano   Campus Senhor do Bonfim• Projeto: Atlas Digital do Campus Senhor do Bonfim utilizando imagem de VANT – Zoneamento ambiental-ecológico e áreas de expansão

O Projeto do Atlas Digital do Campus Senhor do Bonfim – IFBAIANO configura-se como uma proposta de pesquisa aplicada, desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa LABGEO (CNPQ), sob a coordenação do Prof. Dr. Vandemberg Salvador. A ideia norteadora do Projeto é ser multiprofissional, interdisciplinar e multiuso, podendo ser utilizado por gestores, estudantes, professores e servidores administrativos. O Atlas conterá as informações de elementos da Geografia física, contemplando através da cartografia multifinalitária digital o caráter fisiográfico do Campus, tais como a geologia, geomorfologia, clima, pedologia, hidrografia, relevo, classes de declividade, cobertura vegetal natural e antrópica, áreas de Preservação Permanente (APP) e de Reserva Legal(RL), Áreas degradadas(AD), bem como as áreas destinadas à expansão do Campus. Na componente Zoneamento Ambiental-Ecológico e Áreas de Expansão serão executadas as atividades necessárias à elaboração do Zoneamento Ambiental-Ecológico e o Zoneamento das Áreas de Expansão, inclusive a regularização ambiental do imóvel rural onde o campus está localizado – CAR – Cadastro Ambiental rural ou CEFIR, como é denominado no estado da Bahia. Todas estas informações serão disponibilizadas na WEB e gerenciadas por um SIG – Sistema de Informações Geográficas.

• Projeto – Mapeamento Multifinalitário do Campus Senhor do Bonfim com uso de VANT

O Projeto de Mapeamento Multifinalitário do Campus Senhor do Bonfim – IF BAIANO consubstancia-se em um trabalho de pesquisa aplicada com a finalidade de elaborar o Cadastro Territorial Multifinalitário do Campus e o seu respectivo mapeamento utilizando imagem obtida por aerofotogrametria com uso de VANT. É desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa LABGEO-(CNPQ) sob a coordenação do Prof. Dr. Vandemberg Salvador, com a participação de estudantes voluntários do Curso Técnico em Agrimensura. O Mapeamento Multifinalitário conterá as informações georreferenciadas sobre as edificações, vias de circulação, linhas de transmissão de energia, cercas internas e limitrófes, benfeitorias, vegetação, entre outras informações. O Mapa do Cadastro Territorial Multifinalitário será disponibilizado para as atividades de gestão, ensino, pesquisa e extensão do Campus Senhor do Bonfim, bem como na internet através da página do Atlas Digital do Campus Senhor do Bonfim.

• Projeto de Extensão – Geobonfim

O GEOBONFIM 2017 é uma realização do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano – Campus Senhor do Bonfim, organizado pelo grupo de pesquisa LABGEO-(CNPQ) sob a coordenação geral do Prof. Dr. Vandemberg Salvador.

O objetivo do Projeto de Extensão denominado GEOBONFIM 2017 é difundir a Educação, Ciência e Tecnologia entre professores, pesquisadores, instituições de ensino, pesquisa e extensão, gestores estaduais e municipais, empresários e a sociedade civil organizada da região do semiárido baiano, através de palestras e minicursos com a participação de professores e pesquisadores nacionais com expertise em Geotecnologias.

Em 2017 o tema foi VANT, GEOTECNOLOGIAS E CIDADES INTELIGENTES, com seguintes eixos temáticos: Mapeamento com VANT, SIG e Cidades Inteligentes, Cadastro Territorial Multifinalitário e Georreferenciamento de Imóveis Urbanos e Rurais.

• Projeto de Extensão – Prosa Geográfica

PROSA GEOGRÁFICA – Programa de Extensão para divulgação da Educação, Ciência e Tecnologia, desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa LABGEO (CNPQ), sob a coordenação do Prof. Dr. Vandemberg Salvador

O objetivo do Projeto de Extensão denominado PROSA GEOGRÁFICA é divulgar a Educação, Ciência e Tecnologia entre os professores e estudantes do IF Baiano e da UNIVASF, além de outras instituições de ensino, pesquisa e extensão da região do Semiárido Baiano, através de palestras e debates com professores e pesquisadores nacionais convidados para discutir sobre Geografia, Geotecnologias, Filosofia e Educação.

• Projeto de Extensão – Geo for all

GEO FOR ALL – Programa de Extensão para divulgação e capacitação em Geotecnologias, desenvolvido pelo Grupo de Pesquisa LABGEO (CNPQ), sob a coordenação do Prof. Dr. Vandemberg Salvador

O objetivo do Programa de Extensão denominado GEO FOR ALL é divulgar os conhecimentos atuais no âmbito das Geotecnologias através de cursos básicos e oficinas de: Desenho Assistido por Computador (CAD), Cálculo de Volume de armazenamento de águas pluviais, Topografia do futuro – Laser Scanning, Métodos de Posicionamento por satélites – GNSS, Usos e aplicações de Estação Total e Agricultura de Precisão, para a comunidade regional, professores e estudantes do IF Baiano e de outras instituições de ensino, pesquisa e extensão da região do Semiárido Baiano.

• Novos Projetos de Ensino

No ano de 2016 trabalhamos na elaboração de dois cursos de extrema importância para a consolidação do nosso Campus, no que se refere à verticalização do conhecimento em geotecnologias. Em 2017 estaremos trabalhando na tramitação e o acompanhamento destes cursos para aprovação. Se o trâmite ocorrer dentro da normalidade e cronograma previstos, em 2018 ofereceremos a comunidade do sertão baiano o curso de Tecnólogo em Geoprocessamento e o Curso de especialização (lato sensu) em Georreferenciamento de Imóveis Rurais, ambos públicos, gratuitos e com a mesma qualidade que se tornou uma marca indelével do nosso trabalho.

“Como disse o Rubem Alves ‘Ensinar é um exercício de imortalidade. De alguma forma continuamos a viver naqueles cujos olhos aprenderam a ver o mundo pela magia da nossa palavra. O professor, assim, não morre jamais…’, por isso – ainda parafraseando o meu dileto e inesquecível amigo – ‘Meu único desejo, meu tema musical, meu diamante é a educação’, conclui o Prof. Dr. Vandemberg.