O goGEO Finance, que será apresentado no Espaço Inovação, tem capacidade de analisar grandes volumes de informações, permitindo que bancos, seguradoras e empresas de meio de pagamentos digitais possam analisar geograficamente os dados transacionais de seus clientes

gogeo goGEO lança aplicação de Big Data Geoespacial para o mercado financeiroMuito se fala sobre o Big Data e como o acesso cada vez maior a diversos dados vai revolucionar o mercado de profissionais tomadores de decisões. Um exemplo disso são aplicativos de localização geoespacial como Waze, Google Maps e Foursquare que usam dados de tráfego e do próprio motorista para achar o melhor caminho, com menos trânsito, ou até mesmo a localização de um restaurante ou posto de gasolina mais barato. O fato é que as aplicações Geoespaciais hoje representam uma indústria de 250 bilhões de dólares, duas vezes maior do que a de vídeo-games. Porém, quanto maior o volume de dados, maior a limitação dos motores de geoprocessamento para gerar mapas com informações úteis sobre Inteligência Competitiva de Mercado ou Logística, o que limita o potencial de inovação tecnológica desse setor.

Foi identificando essa demanda que surgiu a goGeo, startup criadora da plataforma que leva o nome da marca e que torna possível a uma empresa desenvolver, num único dia, aplicações que explorem análise de tempo real com Big Data Geoespacial. Vagner Sacramento, CEO da goGeo, explica que nenhum outro produto no mercado possui essa habilidade. “A aplicação é pelo menos cinco vezes mais econômica e até 50% mais rápida na hora de processar dados e gerar mapas. Essa agilidade é fundamental na hora da tomada de decisão”, explica.

Com tecnologia 100% desenvolvida no Brasil, a goGeo consegue oferecer alto desempenho porque usa algoritmos de processamento distribuído e paralelo explorando o poder computacional de servidores de baixo custo num cluster computacional. “Em outras palavras, ao invés de investir em licenças caras e em servidores de grande porte, nossa plataforma torna possível processar grande volume de dados usando dezenas ou centenas de servidores de baixo custo que, em conjunto, oferecem poder computacional maior que qualquer outro servidor do mercado”, diz Vagner.

Fonte: goGEO