Estão disponíveis informações referentes a bacias sedimentares, como poços perfurados, levantamentos sísmicos e blocos licitados. GeoANP substitui o antigo WebMaps, ampliando o escopo dos dados disponibilizados pela ANP

GEOANP 300x190 ANP divulga informações públicas georreferenciadasA Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) lançou no início de abril o GeoANP – Mapa de dados georreferenciados.

No primeiro momento, estão disponíveis informações referentes a bacias sedimentares, como poços perfurados, levantamentos sísmicos e blocos licitados em rodadas.

O GeoANP substitui o antigo WebMaps, ampliando o escopo dos dados disponibilizados pela ANP.

A nova ferramenta é um desdobramento do Programa de Modernização de Dados Técnicos (PMDT), iniciado pela ANP em 2018, que tem por objetivo introduzir novas soluções tecnológicas e científicas e promover maior qualidade regulatória.

O mapa interativo tem como objetivo ampliar a transparência na divulgação dos dados da ANP, possibilitando à sociedade acesso direto a informações públicas.

A ferramenta foi desenhada para ter fácil navegação, com formato próximo ao de serviços de busca já conhecidos do público, sendo possível, inclusive, a pesquisa por palavras.

O projeto prevê ainda a disponibilização, em breve, de informações de produção dos campos de petróleo e gás natural.

Geo e Drones na Indústria 4.0

Você já pode marcar na sua agenda: de 25 a 27 de junho acontecem em São Paulo (SP) os eventos MundoGEO Connect e DroneShow 2019, os maiores da América Latina e entre os cinco maiores do mundo no setor. Alinhados às tendências globais e com foco na realidade regional, o tema geral dos eventos este ano será “Geotecnologia e Drones na Indústria 4.0”, com previsão de 4 mil participantes, 30 atividades e mais de 230 horas de conteúdo.

Instagram Imagem Post B1 300x300 ANP divulga informações públicas georreferenciadasOs conteúdos dos cursos, palestras e debates foram formatados por um time de curadores para atender as demandas de empresas, profissionais e usuários principalmente nos setores de Agricultura, Cidades Inteligentes, Governança Digital, Infraestrutura, Meio Ambiente, Recursos Naturais, Segurança e Defesa.

Dentre as tecnologias disruptivas que estarão em destaque, estão Big Data, Inteligência Artificial / Machine Learning, Internet das Coisas, Realidade Virtual e Aumentada, BIM, Tecnologia Autônoma, entre outras, tudo isso cada vez mais integrado às Geotecnologias (Mapeamento, Cadastro, Imagens de Satélites, Inteligência Geográfica, GIS).

Perfil dos expositores da feira: prestadores de serviços de aerolevantamentos, mapeamento e cadastro; desenvolvedores de sistemas de análise espacial; provedores de imagens de satélites; fabricantes e importadores de drones; fabricantes de sensores e tecnologias embarcada; distribuidores de softwares, plataformas de processamento e análise de dados; agências reguladoras e órgão governamentais; empresas de consultoria e treinamento; distribuidores de equipamentos de geomática; empresas de mapeamento móvel, entre outras.

Veja a programação completa de cursos e seminários e garanta sua vaga! Confira um resumo de como foi a última edição dos eventos MundoGEO Connect e DroneShow:

Imagem: Pixabay