2013 | GeoDrops

GeoDrops

Humor Sustentável

Por Eduardo Freitas | 20h15, 17 de Dezembro de 2013

Já que a previsão do clima tem sido tema frequente por aqui, há alguns dias saiu este vídeo do Murilo Gun – com seu inconfundível sotaque recifense – que aborda a sustentabilidade e suas peculiaridades.

“Assim é fácil papai, oxente!”

share save 171 16 Humor Sustentável

MBA em Gestão de Projetos em 5 minutos

Por Eduardo Freitas | 20h28, 13 de Dezembro de 2013

Nunca mais você vai sofrer com relatórios de status de projetos.

Veja como responder ao chefe – ou cliente – neste curso (praticamente um MBA de gestão de projetos em apenas 5 minutos):

Em resumo:
1 – Se ainda não começou o projeto, iniciar as desculpas com “Na verdade…”
2 – Usar “Veja bem…” quando já começou o projeto
3 – Quanto estiver prestes a desistir mas o chefe insistir no projeto, use o melhor de todos: “Puiz-óia”
4 – Se não tiver mais nenhuma alternativa e tiver que jogar tudo pro alto, apele para o “Putz!”

share save 171 16 MBA em Gestão de Projetos em 5 minutos

Entrevista sobre Engenharia Cartográfica

Por Eduardo Freitas | 16h53, 29 de Novembro de 2013

Vale a pena conferir esta entrevista (um pouco longa .. mais de 25 minutos) sobre Engenharia Cartográfica com o professor Antonio Tommaselli, da Unesp de Presidente Prudente, para o programa Ciência Sem Limites:

Eu conheci o prof. Tommaselli em março de 2012 em Presidente Prudente, quando participei na organização do Workshop Galileo para Aplicações de Gestão de Terras – Resultados e Perspectivas do Projeto Encore, um evento de encerramento de um projeto que tinha como objetivo criar um protótipo de receptor baseado no sistema europeu de navegação por satélites Galileo para o georreferenciamento de imóveis rurais.

Workshop Encore Entrevista sobre Engenharia CartográficaDepois do evento houve uma confraternização com outros grandes especialistas em Geodésia e Cartografia, como os professores João Francisco Galera Monico, Amilton Amorim, Mauricio Gallo (Unesp PP), Claudia Krueger (UFPR) e nosso colega português Pedro Freire da Silva, da empresa Deimos. Junta, esta turma colocaria facilmente um sistema GNSS de pé. icon smile Entrevista sobre Engenharia Cartográfica

 

share save 171 16 Entrevista sobre Engenharia Cartográfica

Erros de gravação na TV MundoGEO

Por Eduardo Freitas | 20h05, 14 de Novembro de 2013

Sexta-feira de manhã é o dia em que eu mais me diverto aqui na MundoGEO, com a gravação dos vídeos com os destaques da semana.

Eu e meus colegas Alexandre e Guilherme vamos pro estúdio e o que se vê é um festival de esquecimentos, gaguejadas e eventualmente um ou outro ataque de riso.

Geralmente não levamos menos do que 1 hora pra gravar um vídeo que acaba ficando com 3 ou 4 minutos, como este da semana passada, que tinha como foco o fim do prazo para georreferenciamento de imóveis rurais, mas no fim (a partir de 3min17s) conta com uns errinhos de gravação:

Gostou? Dá um joinha!

E não se esqueça de se inscrever no canal para receber os vídeos em primeira mão icon wink Erros de gravação na TV MundoGEO

share save 171 16 Erros de gravação na TV MundoGEO

Qual o perfil do Gerente de Projetos GIS?

Por Eduardo Freitas | 20h02, 07 de Novembro de 2013

Você sabe quais os requisitos quando uma empresa deseja contratar um profissional para gerenciar projetos que tenham como foco a componente geoespacial?

Pois é, eu também não.

Na verdade, o perfil varia muito de acordo com o que realmente a empresa deseja que o profissional faça. Podem ser requisitos mais voltados para o gerenciamento de projetos – apenas com conhecimento superficial de como as diversas variáveis se relacionam no espaço -, ou então a companhia quer um profissional com profundos conhecimentos em sistemas de informações geográficas, bancos de dados espaciais, modelagem espacial, entre outros temas ligados a esta ciência – e que conheça os conceitos e aplicações das ferramentas para gerenciamento de projetos. Melhor ainda se for um especialista nas duas áreas, mas este profissional é escasso no mercado e contratado a “peso de ouro”.

gerente projetos sig Qual o perfil do Gerente de Projetos GIS?Para exemplificar, veja esta vaga nos EUA divulgada recentemente no LinkedIn. O perfil pede o seguinte: “We are seeking an experienced GIS Technical Project Manager [...] to help manage a variety of GIS projects.  The position requires knowledge of geographic information systems and computer based technologies, experience with utility company maps and GIS data as well as proven experience in managing GIS projects”.

Ainda, entre os requisitos pode-se ver a necessidade de experiência em softwares da família Esri, Smallworld, Intergraph, etc.; desejável certificação PMI e graduação em Geografia, Ciência da Computação ou similar. Ou seja, a empresa quer um profissional experiente, que conheça GIS e TI.

A título de curiosidade, esta outra vaga no Afeganistão – também disponível no LinkedIn – tem como requisitos conhecimentos em gerenciamento de projetos e nos softwares ArcGIS Desktop 10.2, ArcGIS Server, Microsoft Access, Microsoft SQL Server, Geo PDF, MGRS Conversion e ERDAS Imagine, mas além disso o “candidato” tem que provar que consegue vestir um colete a prova de balas de aproximadamente 12 quilos enquanto atravessa correndo um terreno com obstáculos.

Alguém se habilita?

share save 171 16 Qual o perfil do Gerente de Projetos GIS?

Meteorologia na Berlinda

Por Eduardo Freitas | 19h30, 05 de Novembro de 2013

A meteorologia está na boca do povo, seja através de vídeos como este – do canal Porta dos Fundos – ou nas páginas de ‘denúncia’ dos jornais, pois a previsão do clima no Inpe só continua funcionando devido a um acordo que permitiu a mais de 70 funcionários temporários continuarem trabalhando.

Brincadeiras como esta só mostram que a previsão do tempo anda meio desacreditada ultimamente. Porém, o trabalho dos meteorologistas é árduo e as pessoas leigas acabam se esquecendo que – segundo o próprio significado da palavra – são apenas previsões e não a palavra definitiva sobre como vai ser o clima no futuro.

Previsão do clima está em risco

No início de setembro foi divulgado que a Justiça Federal anularia 111 contratos temporários do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) por considerá-los irregulares, comprometendo assim a previsão do tempo e a geração de alertas de desastres naturais. O concurso simplificado foi feito com base em uma Lei que permite o contrato de temporários para situações específicas, como emergências por exemplo, mas o Ministério Público entendeu que a situação é ilegal, pois os funcionários exercem funções de caráter permanente.

Reviravolta

Aí, no dia 10 de outubro a Justiça Federal de São José dos Campos (SP) aceitou um acordo que definiu o prazo de 45 dias para que o Inpe e o Ministério da Ciência e Tecnologia regularizem a situação dos contratos de 71 servidores temporários que estão ameaçados de demissão. O acordo suspendeu a dispensa desses funcionários, que já deveria ter ocorrido por decisão da própria justiça. O prazo está acabando!

Brincadeiras a parte, sem a previsão do tempo do Inpe, vamos ter que contar com o joelho ruim da tia que mora em São José dos Pinhais para saber como será o clima nos próximos dias.

share save 171 16 Meteorologia na Berlinda

Nova base cartográfica contínua do Brasil

Por Eduardo Freitas | 20h01, 31 de Outubro de 2013

Recentemente o IBGE anunciou que está disponível a base cartográfica contínua do Brasil na escala 1:250.000. O diferencial é que antes a base era baixada em blocos, mas agora está disponível como um só arquivo personal geodatabase, da Esri.

Por outro lado, a comunidade de software livre criticou a forma como a base foi disponibilizada – em arquivo proprietário -, indo de encontro aos padrões de interoperabilidade do governo brasileiro.

Mas alguns já encontraram uma forma de usar software livre para acessar a base cartográfica contínua, como mostrou o Anderson Medeiros neste post no blog ClickGeo.

O lançamento da nova base foi o assunto principal no vídeo com os destaques da semana passada:

Já na semana anterior o destaque foi a participação das empresas brasileiras (MundoGEO, Fototerra, Topocart, Geofusion e Orbisat – agora Bradar) na Intergeo, maior feira de geotecnologias do mundo, que aconteceu de 8 a 10 de outubro em Essen, na Alemanha:

E antes disso o destaque foi justamente a mudança do nome da Orbisat, que agora passa a se chamar Bradar:

Confira também a entrevista com Silvana Camboim, professora da UFPR e colunista da revista MundoGEO, que falou sobre as relações entre a formação e o mercado de trabalho no setor de geo:

Semana que vem tem mais! Não esqueça de se inscrever no canal MundoGEO no YouTube para receber os vídeos em primeira mão.

share save 171 16 Nova base cartográfica contínua do Brasil

Semana Geo, Workshop Anac e Mudanças no Setor

Por Eduardo Freitas | 20h29, 19 de Setembro de 2013

E seguimos com a série de vídeos com os destaques da semana no setor de geotecnologia. Na última sexta-feira nós gravamos um vídeo com o balanço da Semana de Webinars MundoGEO, que aconteceu de 9 a 13 de setembro e reuniu 7.125 inscritos de quase 40 países.

As nações com maior número de participantes – além do Brasil, é óbvio – foram: Peru, Colômbia, Argentina, México, Portugal, Espanha, Equador, Bolívia, Chile, Venezuela, Uruguai, Paraguai, Costa Rica, Moçambique, Honduras, Angola, Estados Unidos, Guatemala, Alemanha, El Salvador, Itália, República Dominicana, França, Bulgária, Bélgica, Panamá, Romênia, Jamaica, Indonésia, Canadá, Belize, Nigéria, Nicarágua, Austrália e Gabão, entre outros.

Foi realmente uma “maratona” de seminários online, mas valeu a pena tanto pela quantidade de pessoas que conseguimos reunir ao longo da semana, como também pela qualidade das apresentações e também dos questionamentos feitos pelos participantes. Alguns arquivos (pdf e vídeo) já estão disponíveis no hotsite de cada webinar. E algumas empresas estão inovando, com a inclusão também do histórico de todas as perguntas e respostas feitas durante e após cada evento.

Workshop Anac

E na semana anterior o destaque foi o Workshop sobre VANTs realizado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), no qual esteve presente meu colega Alexandre, que fez uma análise do que viu por lá:

E na mesma semana, o Emerson Granemann (diretor e publisher da MundoGEO) gravou este vídeo que inaugura a série “MundoGEO Café”, com sua opinião sobre o que deve mudar no setor de geotecnologia para que o mercado se desenvolva:

Lembrando que está aberta somente até essa sexta-feira (20 de setembro) uma pesquisa online na qual solicitamos que a própria comunidade indique quais são os temas estruturais e fundamentais para valorizar, fortalecer e proporcionar um crescimento sustentável do setor de geomática no Brasil.

O que você achou dos vídeos? Não esqueça de deixar um comentário e se inscrever no Canal MundoGEO para receber os vídeos em primeira mão!

share save 171 16 Semana Geo, Workshop Anac e Mudanças no Setor

Gerenciamento de Projetos integrado ao SIG é possível?

Por Eduardo Freitas | 13h35, 16 de Setembro de 2013

Ou a melhor pergunta seria: GIS integrado ao Gerenciamento de Projetos é possível?

Voltando ao tema Gerenciamento de Projetos (PM, na sigla em inglês), gostaria de indicar um artigo publicado na edição 61 da revista InfoGEO (acesso gratuito, sem necessidade de login e senha), de Clóvis Lemos Tavares, com o título “Onde estão os projetos?“.

Neste artigo, o autor fala sobre a importância dos Sistemas de Informação Geográfica (SIG) para o gestor saber onde estão os projetos, como eles estão espacializados e como seus resultados estão distribuídos no espaço geográfico.

Ele usa como exemplo um projeto realizado em uma empresa do setor de Utilities no estado do Espírito Santo, no qual foi necessário criar uma camada intermediária para fazer a “comunicação” entre estes dois mundos: PM e SIG.

Gerenciamento de Projetos GIS Gerenciamento de Projetos integrado ao SIG é possível?

No artigo, Clóvis enumera alguns dos benefícios desta integração, mas eu citaria como principal este: “O gerente ‘mapeia’ o projeto na sua criação, de forma transparente e customizável, sem a necessidade de ser um especialista em geoprocessamento”. Isto é fundamental para que qualquer gerente de projetos possa usar o ferramental de geo no seu dia-a-dia.

Esta solução – camada intermediária – ainda não é a ideal, mas já resolve grande parte do problema. Você já utiliza gerenciamento de projetos com a integração de informações geoespaciais? Sua plataforma já tem a informação geográfica nativa ou é preciso fazer algum tipo de integração? Compartilhe sua experiência conosco, pelos comentários ou pelo email editorial@mundogeo.com.

share save 171 16 Gerenciamento de Projetos integrado ao SIG é possível?

Fazer vídeos não é fácil…

Por Eduardo Freitas | 15h33, 04 de Setembro de 2013

Como muitos já devem saber, há duas semanas estamos postando – toda sexta-feira – no Canal MundoGEO do YouTube os Destaques Geo da Semana. Confesso que é um desafio para nós reservar um tempo para fazer estes vídeos, que envolvem as etapas de roteiro, gravação, edição e divulgação.

Mas, por outro lado, tem sido muito divertido pois nos leva a pesquisar o que foi destaque ao longo da semana, buscar informações adicionais e, finalmente, fazer o vídeo (com dezenas de tentativas e erros de gravação, diga-se de passagem). Os vídeos complementam a plataforma de comunicação da MundoGEO, que conta também com portal, revista, eventos (presenciais e online) e – mais recentemente – cursos a distância.

O vídeo da semana passada teve como tema o Sigef – o Sistema de Gestão Fundiária do Incra -, as projeções populacionais do IBGE e a inclusão dos dados do Ministério da Saúde na Inde – a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais:

Este sotaque de Pato Branco vai me acompanhar a vida inteira, mesmo eu tendo saído de lá há mais de 20 anos! icon wink Fazer vídeos não é fácil...

O vídeo de “estreia” do programa foi ao ar dia 24 de agosto – sobre a 3ª Edição da Norma Técnica de Georreferenciamento de Imóveis Rurais – e já é possível ver uma evolução entre este e o segundo, principalmente nos detalhes técnicos, como por exemplo a iluminação:

Outro vídeo desta nova fase – na qual temos um estúdio a disposição – foi uma entrevista que o Emerson Granemann (diretor e publisher da MundoGEO) fez com Valter Aguiar, diretor da Esteio, que falou sobre tendências no mercado de aerofotos:

Queremos saber o que você achou do nossos vídeos. Tem alguma crítica e/ou sugestão? Envie-nos pelos comentários!

Já estamos pensando no vídeo da próxima sexta-feira, que terá como tema – salvo apareça algo “bombástico” – o Workshop sobre VANTs da Anac – a Agência Nacional de Aviação Civil – que está acontecendo entre hoje e amanhã (4 e 5 de setembro) em São Paulo (SP), com a MundoGEO representada pelo Emerson e o Alexandre Scussel (assessor editorial).

share save 171 16 Fazer vídeos não é fácil...
  • Eduardo Freitas
    @eduardo
    Diretor de Operações do MundoGEO. Engenheiro Cartógrafo, Técnico em Edificações, Especialização em Gestão Estratégica de EAD. Tradutor dos informativos GeoSur e OGC Iberoamérica. Nas horas vagas: pão caseiro, comida japonesa e meia-maratona

    Diretor de Operações do MundoGEO. Engenheiro Cartógrafo, Técnico em Edificações, Especialização em Gestão Estratégica de EAD. Tradutor dos informativos GeoSur e OGC Iberoamérica. Nas horas vagas: pão caseiro, comida japonesa e meia-maratona

  •