20150715064510 8T5A0091 300x200 CPRM e ANA firmam Memorando de Entendimento para cooperação com Serviço Geológico dos Estados Unidos

Foto: Raylton Alves / Banco de Imagens ANA

A Agência Nacional de Águas (ANA) e o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) assinaram nesta quarta-feira, 15 de julho, um Memorando de Entendimento para Cooperação Científica e Técnica entre Brasil e Estados Unidos. Para que o acordo seja completamente formalizado, falta a assinatura do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), que será realizada na sede da instituição, em Washington, em data a ser definida. O diretor-presidente da ANA, Vicente Andreu, e o diretor-presidente do CPRM, Manoel Barretto, assinaram a parceria na sede da Agência em Brasília.

Com duração inicial de dez anos a partir da assinatura das três instituições envolvidas, a parceria entre Brasil e Estados Unidos terá como foco a continuação das iniciativas com o USGS para capacitação de servidores e estão previstos intercâmbios de informação técnica, treinamentos e pesquisas cooperativas entre os países. Os principais temas previstos para cooperação são: recursos hídricos; variabilidade climática e mudanças no uso do solo; ecossistemas; saúde ambiental; energia e minerais; perigos naturais, avaliações de riscos e resiliência; informática e integração de dados.

Segundo o Memorando a ANA, o CPRM e o USGS apoiarão e facilitarão contatos diretos e cooperação entre agências governamentais, universidades, centros de pesquisa, instituições, empresas do setor privado e outras entidades dos dois países. Além disso, a parceria prevê o convite a cientistas, especialistas técnicos, agências governamentais e instituições de outros países, conforme os termos e as condições estabelecidos no acordo.

Esta iniciativa é resultado de tratativas anteriores entre as instituições e vai ao encontro do Comunicado Conjunto da Presidente Dilma Rousseff e do Presidente Barack Obama, assinado em Washington no último dia 30 de junho. Na ocasião, os mandatários reconheceram as parcerias existentes com vistas ao compartilhamento de informações e ao treinamento técnico sobre qualidade hídrica. Rousseff e Obama também se comprometeram a expandir a agenda de cooperação técnica entre os dois países em temas relativos à segurança hídrica e ao impacto da mudança do clima no gerenciamento hídrico.

Fonte: Agência Nacional de Águas