Os chineses entraram com tudo na briga pelo mercado de imagens comerciais de altíssima resolução espacial, com mais dois novos satélites. Veja como isto pode impactar o mercado de Geotecnologia

Na última quarta-feira (28/12), a China lançou com sucesso um par de satélites de sensoriamento remoto de alta resolução espacial para obter imagens comerciais. Os satélites foram lançados a partir do foguete Longa Marcha 2D a partir do centro de lançamento de Taiyuan.

china long march 2d superview1 300x172 China lança dois novos satélites de sensoriamento remoto com alta resoluçãoEstes dois novos satélites vão fazer parte da primeira constelação de satélites comerciais de sensoriamento remoto multi-sensor da China.

Também conhecida como SuperView-1, a Gaojing-1 é uma constelação de satélites para uso em sensoriamento remoto civil que será operada pela empresa Siwei Star Co. Ltd., com sede em Pequim, enquanto a Beijing Space View Technology atuará como o distribuidora global exclusiva dos dados dos satélites.

A constelação compreenderá quatro satélites no mesmo plano orbital, a uma altitude de 500 quilômetros. Os satélites fornecerão imagens com resolução pancromática de 0,5 metro e resolução multiespectral de 2 metros, com uma largura de faixa de 12 quilômetros e cena máxima de 60 × 70 quilômetros.

Até o ano de 2022, a constelação completa será concluída, com capacidade para fornecer dados e serviços a clientes em todo o mundo.