O mercado de drones não pára de crescer! O DroneShow continua o cadastramento de empresas para o primeiro aplicativo do Brasil com foco na geração de negócios no setor de Drones, com lançamento previsto para março de 2017. Pelo ritmo dos cadastros, o Aplicativo DroneShow estima mais de 1.000 empresas no Brasil

APP FINAL 750 400x200 Aplicativo DroneShow estima mais de 1.000 empresas no BrasilA MundoGEO, promotora do evento DroneShow, já pré-cadastrou mais de 300 empresas brasileiras que atuam no setor de Drones no Brasil. Este cadastro foi voluntário e contém informações básicas das empresas.

Em paralelo, a empresa está pesquisando mais empresas e os números não param de crescer.

Emerson Granemann, fundador da MundoGEO e idealizador da feira e do aplicativo DroneShow, estima que existam mais de 1.000 empresas atuando no Brasil, quase todas com menos de dois anos de funcionamento. “Quando iniciamos o pré-cadastramento, no final do ano passado, tínhamos uma expectativa menor de quantidade de empresas”, comenta Granemann. “Agora ampliamos esta estimativa, pois notamos muitas empresas criadas com o propósito de atuar no setor de Drones, mas outras que já ofereciam suas atividades de prestação de serviços dos mais diferentes tipos e que agora incorporaram os Drones e a inteligência embarcada em suas soluções”, conclui.

Previsão de lançamento do aplicativo DroneShow

O lançamento da plataforma está previsto para março de 2017. Ela será de uso gratuito aos interessados em comprar um drone ou contratar um serviço.

O usuário informará suas demandas e o aplicativo fará a filtragem, apresentando as empresas por perfil, aplicação e localização.

O aplicativo DroneShow será lançado em duas fases: em março estará disponível a versão para desktop, podendo ser acessada também de forma responsiva via celulares; e a segunda fase está prevista para maio, na feira DroneShow, quando será lançada também a versão para os sistemas iOS, Android e Windows Phone.

O aplicativo organizará as empresas pelo seu perfil, entre: fabricantes, importadores, consultores, operadores, comércio de usados, locações, manutenção, acessórios, seguros, treinamento, inteligência embarcada entre outras categorias; e também por demandas nas áreas de entretenimento, infraestrutura, agricultura, segurança, recursos naturais, mapeamento, inspeções de obras e outras.

Como as empresas do setor poderão participar?

As empresas pré-cadastradas receberão em janeiro as opções de participação, com condições especiais para entrada no aplicativo antes do lançamento, em março. No início, as empresas poderão participar com seus dados cadastrais, a partir de uma taxa de adesão e de uma mensalidade ou um pagamento anual que dispensará a taxa de adesão. Em um segundo momento, as empresas poderão escolher formas de destaques.

O aplicativo prevê criar um conceito de feira virtual 365 dias ao ano, proporcionando ferramentas para as empresas fazerem suas promoções para serem acessadas pelos usuários do aplicativo, que também poderão receber as ofertas por email ou notificações no celular.

O aplicativo DroneShow tem o objetivo principal de promover negócios entre empresas (B2B) e também com os usuários finais (B2C). Além disso, proporcionará a elaboração de estudos de demandas, mapeamento de receitas e índice de empregabilidade do setor. A expectativa é que as atividades de uso dos drones para aplicações comerciais esteja totalmente regulamentada no Brasil no primeiro trimestre de 2017, desta forma este aplicativo chegará no momento exato para atender a demanda e mostrar a força deste setor.

“O aplicativo estimulará também a prática segura do uso dos drones, com dados atualizados da regulamentação, dicas com boas práticas, vídeos e infográficos educativos. Além disso, serão publicados diariamente notícias e matérias sobre lançamentos e aplicações da tecnologia”, complementa Granemann.

O pré-cadastramento das empresas está disponível em www.droneshowla.com/app.

Mais informações: app@droneshowla.com / (41) 3338-7789

APP FINAL 750 Aplicativo DroneShow estima mais de 1.000 empresas no Brasil

Fonte: DroneShow