A cidade de São Paulo é a primeira da América do Sul a disponibilizar, de forma livre, os dados obtidos por laser de todo seu território.

Os arquivos estão disponíveis para download no Portal GeoSampa .

A tecnologia conhecida como LiDAR (Light Detection and Ranging) não apresenta apenas uma imagem de satélite ou fotografia área, mas uma representação geométrica de alta resolução de uma cidade. Assim, trata-se de um trabalho muito mais fiel e detalhado da área mapeada.

A disponibilização dos dados obtidos por essa tecnologia a pesquisadores, urbanistas e interessados em geral é uma iniciativa inédita que permitirá, além da realização de estudos aplicados, o desenvolvimento de soluções para a Cidade de São Paulo.

Neste sentido, análises do relevo, da declividade e o comportamento de rios e córregos passam a contar com maior detalhamento para o uso em projetos viários e ações do poder público para prevenção de deslizamentos e enchentes, por exemplo.

A técnica funciona da seguinte forma: um sensor acoplado em um helicóptero envia pulsos de luz ao solo que, ao serem rebatidos, permitem reconstruir uma imagem do objeto ou estrutura que o devolveu.

A tecnologia é capaz de coletar dados tanto de objetos em superfície – edificações, árvores, fios, obras viárias –, quanto do nível do solo, permitindo que se obtenha o chamado Modelo Digital de Terreno (MDT).

Neste momento, o Município fornece o MDT, que exclui os objetos acima do solo, como carros, edificações e calçadas. Em breve também será disponibilizado o Modelo Digital de Elevação (MDE) que inclui os dados 3D de edificações, vegetação e obras viárias, dentre outros.

O levantamento é o primeiro produto Laser do Município, realizado entre maio e julho de 2017, sob a coordenação das Secretarias de Desenvolvimento Urbano (SMDU), Fazenda (SF) e Verde e Meio Ambiente (SVMA).

O Modelo permite capturar com precisão, por exemplo, a Cratera da Colônia, situada em Parelheiros, zona sul da cidade, originada pelo impacto de um meteoro ocorrido há milhões de anos. A cratera ocupa uma área de 10 km² e é uma das poucas desse tipo catalogadas no mundo.

A tecnologia do laser está cada vez mais popular mundialmente. Através dela, uma equipe de arqueólogos descobriu uma cidade maia enterrada na Guatemala, encoberta pela floresta. Milhares de edifícios, estradas e canais puderam ser conhecidos. Trata-se, portanto, de uma ferramenta poderosa para encontrar sítios arqueológicos. Os situados em São Paulo, inclusive, podem ser visualizados no Portal GeoSampa.

Como acessar?

Acesse o Portal GeoSampa, clique no botão “Pesquisar”, localizado no canto esquerdo da tela, selecione a aba “Download Imagens/MDC” e em seguida o tipo “MDT”. Depois, aperte o botão “Selecionar” e escolha no mapa o local desejado. Por fim, clique em “Download” e baixe o arquivo.

Os arquivos estão disponíveis para download em formato LAZ (LAS compactado) e têm precisão na ordem de 10 centímetros e densidade média de 10 pontos por metro quadrado.

Para abri-los, é necessário de programas específicos do gênero. Para mais informações, entre em contato com geosampa@prefeitura.sp.gov.br.

Soluções Inovadoras para Mercados Verticais

Estão abertas as inscrições no DroneShow MundoGEO Connect 2020, que acontece de 19 a 21 de maio no Centro de Convenções Freia Caneca, em São Paulo (SP) com o tema Soluções Inovadoras para Mercados Verticais. O evento apresenta as aplicações das geotecnologias e drones na Agricultura, Florestas, Construção, Smart Cities, Segurança, Defesa, Utilities, Mineração, Óleo e Gás, Energia, Logística, Meio Ambiente, Transportes e Infraestrutura em geral. Conheça a programação completa e garanta sua vaga!

droneshow e mundogeo connect 2020 solucoes inovadoras para mercados verticais

Será um verdadeiro festival de atrações: várias arenas com apresentações inovadoras, uma grade com cursos básicos, avançados e práticos, seminários e fóruns temáticos, espaço para experimentação de tecnologias 3D, premiação dos melhores projetos, lugar para encontros agendados para geração de negócios e troca de experiências, além da maior feira do setor nas Américas em número de visitantes, onde estarão presentes os principais desenvolvedores, fabricantes, distribuidores, fornecedores de tecnologia e prestadores de serviços do setor. Veja quem já reservou seu lugar na feira.

Confira um resumo de como foi a última edição do MundoGEO Connect e DroneShow, que contou com 3.800 participantes, 120 marcas, 200 palestrantes e 40 atividades:

Com informações e imagens do GeoSampa