Bolsa do CNPq é destinada ao Projeto Desenvolvimentos Científicos e Tecnológicos para o Monitoramento e Gestão de Efeitos Adversos de Eventos Hidrológicos Críticos, com atividades de pesquisas e desenvolvimento de ferramentas de mapeamento de ameaças de inundação e análise de impacto em bacias prioritárias

O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) – unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – com sede no Parque Tecnológico, em São José dos Campos (SP), está com inscrição aberta para Bolsa na Modalidade EXP-A, concedida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

A Bolsa é destinada ao Projeto Desenvolvimentos Científicos e Tecnológicos para o Monitoramento e Gestão de Efeitos Adversos de Eventos Hidrológicos Críticos, com atividades de pesquisas e desenvolvimento de ferramentas de mapeamento de ameaças de inundação e análise de impacto em bacias prioritárias.

Os requisitos aos candidatos são : profissional de nível superior com, no mínimo, seis anos de efetiva experiência em atividades de pesquisa, desenvolvimento ou inovação na área de pesquisa do projeto Hidrologia; conhecimento em modelagem computacional, sensoriamento remoto, sistema de informações geográficas, estatística e linguagem de programação (Python, Matlab, R ou outras similares).

bolsa para hidrologia 300x165 Cemaden anuncia bolsa para área de Hidrologia e modelagem computacionalO prazo de duração da Bolsa é de 33 meses, com início previsto para o mês de maio de 2019, no valor de R$ 4.000,00.

As inscrições estão abertas até o próximo dia 24 de abril de 2019. Os interessados devem enviar o currículo para o e-mail de Adriana Cuartas (adriana.cuartas@cemaden.gov.br) e de Conrado Rudorff ( conrado.rudorff@cemaden.gov.br ).

Mais informações podem ser obtidas no portal do CNPq www.cnpq.br/web/guest/apresentacao13 e no portal do Cemaden www.cemaden.gov.br/anuncios-e-oportunidades.

Geo e Drones na Indústria 4.0

Você já pode marcar na sua agenda: de 25 a 27 de junho acontecem em São Paulo (SP) os eventos MundoGEO Connect e DroneShow 2019, os maiores da América Latina e entre os cinco maiores do mundo no setor. Alinhados às tendências globais e com foco na realidade regional, o tema geral dos eventos este ano será “Geotecnologia e Drones na Indústria 4.0”, com previsão de 4 mil participantes, 30 atividades e mais de 230 horas de conteúdo.

Instagram Imagem Post B1 300x300 Cemaden anuncia bolsa para área de Hidrologia e modelagem computacionalOs conteúdos dos cursos, palestras e debates foram formatados por um time de curadores para atender as demandas de empresas, profissionais e usuários principalmente nos setores de Agricultura, Cidades Inteligentes, Governança Digital, Infraestrutura, Meio Ambiente, Recursos Naturais, Segurança e Defesa.

Dentre as tecnologias disruptivas que estarão em destaque, estão Big Data, Inteligência Artificial / Machine Learning, Internet das Coisas, Realidade Virtual e Aumentada, BIM, Tecnologia Autônoma, entre outras, tudo isso cada vez mais integrado às Geotecnologias (Mapeamento, Cadastro, Imagens de Satélites, Inteligência Geográfica, GIS).

Perfil dos expositores da feira: prestadores de serviços de aerolevantamentos, mapeamento e cadastro; desenvolvedores de sistemas de análise espacial; provedores de imagens de satélites; fabricantes e importadores de drones; fabricantes de sensores e tecnologias embarcada; distribuidores de softwares, plataformas de processamento e análise de dados; agências reguladoras e órgão governamentais; empresas de consultoria e treinamento; distribuidores de equipamentos de geomática; empresas de mapeamento móvel, entre outras.

Veja a programação completa de cursos e seminários e garanta sua vaga! Confira um resumo de como foi a última edição dos eventos MundoGEO Connect e DroneShow:

Imagem: Pixabay