inovacao | Latitude

Latitude

Inovação: Mais recursos, parcerias e projetos de pesquisa aplicada

Por Emerson Zanon Granemann | 17h55, 17 de Dezembro de 2013

De acordo com opiniões da comunidade geoespacial, foram listados cinco grupos estruturantes – divididos em três tópicos cada – que têm a proposta de avaliar as prioridades e apontar as dificuldades do setor no Brasil.

Neste post o tema a ser debatido é “Inovação”. Abaixo você também encontra um vídeo com as minhas considerações sobre este tema estruturante. Comente, critique, sugira neste espaço. Vamos construir soluções para estes e outros desafios!

Inovação: Mais recursos, mais parcerias, mais projetos de pesquisa aplicada

Um dos principais conceitos do século 21 é a necessidade da constante inovação das soluções para uma sociedade cada vez mais exigente. A criatividade e a iniciativa são essenciais, mas o que fará a roda girar são os recursos de fomento à pesquisa, para serem utilizados tanto pelas empresas privadas quanto pelas universidades. O ideal é que ambos trabalhem juntos e  envolvendo instituições usuárias. Num tempo de otimização de recursos e demandas cada vez mais específicas, a solução passa obrigatoriamente pela união de esforços rumo à inovação.

Vale então as empresas procurarem uma aproximação mais efetiva com as universidades. E, principalmente, que abram a cabeça, portas e janelas, para que vejam esta como a principal via para gerar resultados de pesquisa de uso mais imediato para a sociedade,  e para melhorar a formação dos profissionais e aumentar o seu envolvimento, além de promover a atualização dos docentes nas universidades.

share save 171 16 Inovação: Mais recursos, parcerias e projetos de pesquisa aplicada

O que precisa mudar

Por Emerson Zanon Granemann | 19h55, 12 de Setembro de 2013

Coletando opiniões junto a comunidade e de acordo com nossas percepções, listamos cinco grupos estruturantes – divididos em três tópicos cada – que têm a proposta de resumir estas incertezas:

• Mercado: Relação entre produtores e usuários
- Rever o uso do pregão eletrônico na contratação de serviços e produtos pelo governo
- Preparar usuários para especificar melhor os termos de referência e fiscalizar a execução dos serviços
- Mapear o número de profissionais, o faturamento das empresas e as novas demandas.

• Inovação: O que precisa ser feito
- Ampliar a oferta de verbas de fomento à pesquisa e inovação
- Ampliar parcerias entre as Universidades, Empresas e Usuários
- Ampliar os projetos de pesquisa acadêmica aplicada às necessidades da sociedade.

• Educação: Como melhorar os recursos humanos
- Aproximar mais as universidades das empresas do setor
- Ampliar a oferta de cursos na área de Geomática
- Modernizar os currículos universitários dos cursos afins.

• Políticas públicas: O que se espera do Governo
- Definir melhor os responsáveis pela padronização, coordenação, produção e distribuição de dados geoespaciais no país
- Planejar e executar um Plano de Mapeamento Básico e Sistemático do Brasil
- Garantir recursos para executar e manter atualizados os dados geoespaciais do país.

• Legislação: O que precisa ser feito
- Rever carga tributária de produtos importados sem similar nacional
- Agilizar a legislação do uso de VANTs e Drones para mapeamento
- Modernizar a legislação de serviços de mapeamento do Ministério da Defesa.

Para avaliar as prioridades e descobrir outras, criamos uma pesquisa online para apontar uma pauta de debate permanente na sociedade. Nosso objetivo é atuar como facilitador e colaborar para que  os desafios – após serem identificados – possam agregar opiniões de todos os atores do setor, possibilitando a geração de soluções efetivas.

Para opinar, clique aqui e acesse a pesquisa online. Comente, critique, sugira neste espaço. Vamos construir soluções para estes e outros desafios!

Confira a seguir um vídeo no qual eu comento sobre os grupos e cada tópico:

share save 171 16 O que precisa mudar
  • Emerson Zanon Granemann
    @emersonzanongranemann
    Engenheiro Cartógrafo pelo UFPR. Fundador e CEO da MundoGEO. Idealizador dos eventos MundoGEO#Connect e DroneShow. Coordenador do Fórum Empresarial de Geotecnologias e do Forum Empresarial de Drones.

    Engenheiro Cartógrafo pelo UFPR. Fundador e CEO da MundoGEO. Idealizador dos eventos MundoGEO#Connect e DroneShow. Coordenador do Fórum Empresarial de Geotecnologias e do Forum Empresarial de Drones.

  •