A revolução provocada pelo surgimento do GNSS, na qualidade de principal técnica utilizada hoje em dia para o georreferenciamento, tem levado à determinação de modelos de ondulação geoidal cada vez mais precisos, uma vez que são necessários para a conversão da altitude geométrica ou elipsoidal obtida pelo GPS em altitude ortométrica, referida ao nível médio dos mares.

3043 4162 082054 5223412 289x300 IBGE disponibiliza novo serviço online para interpolação da ondulação geoidal do modelo MAPGEO2015As altitudes ortométricas indicam a direção do fluxo da água (e de outros fluidos) porque levam em consideração, na sua determinação, a força de gravidade da Terra, o que não ocorre com as altitudes geométricas. Por conta dessas características, as altitudes ortométricas são usadas em diversas aplicações, como na produção cartográfica e na construção civil.

Ciente da importância do modelo de ondulação geoidal neste contexto, o IBGE, juntamente com a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, vem implementando ao longo dos anos sucessivas melhorias no modelo utilizado no Brasil a partir do uso de mais dados gravimétricos coletados no território brasileiro e de novos modelos globais do geopotencial, bem como do aprimoramento das técnicas utilizadas no seu cálculo.

De forma prática, um modelo de ondulação geoidal é disponibilizado através de uma grade regular para uma determinada porção da superfície da Terra, a partir da qual pode ser interpolado o valor da ondulação geoidal no ponto de interesse.

Até o momento, o IBGE vinha disponibilizando aos usuários uma aplicação desktop para ambiente Windows, denominada de MAPGEO, para a interpolação dos valores da ondulação geoidal a partir da grade regular que representa o modelo, sendo a versão MAPGEO2015 a última divulgada pelo Instituto. A novidade é que, a partir de agora, as ondulações geoidais do modelo MAPGEO2015 também podem ser obtidas através da página do MAPGEO online (https://ww2.ibge.gov.br/mapgeo/mapgeo.htm).

Da mesma forma que ocorre na aplicação desktop, que continua disponível para download, no MAPGEO2015 online as informações de entrada podem ser fornecidas via teclado ou arquivo. No caso do arquivo de entrada, são aceitos os mesmos formatos utilizados na aplicação windows.

Os resultados são disponibilizados através de um link para download dos arquivos de saída. Dependendo da quantidade de pontos submetida ao serviço, ele levará alguns minutos para disponibilizar os valores interpolados. Estima-se em cerca de 1 minuto o tempo de interpolação dos valores de ondulação geoidal para 1000 pontos.

Informações sobre o cálculo o MAPGEO2015 podem ser encontradas em: https://www.ibge.gov.br/geociencias-novoportal/informacoes-sobre-posicionamento-geodesico/servicos-para-posicionamento-geodesico/10855-modelo-de-ondulacao-geoidal.html?&t=saiba-mais